Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
IPCA integra Universidade Europeia
INL lidera consórcio europeu de diagnóstico e prevenção da Covid-19

IPCA integra Universidade Europeia

Residências Artísticas antecipam a Contextile 2020

IPCA integra Universidade Europeia

Cávado

2020-07-15 às 08h00

Redacção Redacção

Aliança Inter-Regional de Universidades (RUN-EU) é um novo consórcio aprovado pela Comissão Europeia. IPCA integra este consórcio, que vai reforçar a qualidade, a inclusão, a digitalização e a atractividade do ensino superior.

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) é uma das sete instituições portuguesas que fazem parte dos 24 consórcios aprovados pela Comissão Europeia como Universidades Europeias. “Trata-se de uma iniciativa que reforça a qualidade, a inclusão, a digitalização e a atractividade do ensino superior europeu”, adianta o IPCA em comunicado.
As Universidades Europeias são alianças transnacionais de instituições de ensino superior de toda a União Europeia que se “unem em benefício” dos estudantes, da comunidade académica e das sociedades. “Este novo consórcio pretende ser um agente activo na transformação social das regiões, promovendo a cidadania activa e liderando a criação de uma nova aliança inter-regional multinacional (Zona Europeia de Desenvolvimento Inter-regional)”, pode ler-se no comunicado enviado pelo IPCA.
As Universidades Europeias são dotadas de apoio financeiro, no âmbito dos Programas Erasmus+ e Horizonte 2020. “A Aliança Inter-Regional de Universidades (RUN-EU) visa a concretização de programas formativos que contemplem a promoção de competências futuras e avançadas para a transformação social nas regiões da União Europeia”, informa ainda a mesma nota.
As instituições de ensino superior irão desenvolver conjuntamente “um leque diversificado de acções de ensino e aprendizagem, disponibilizando aos estudantes diferentes programas internacionais (curta duração e e-learning), sendo igualmente implementados projectos de cooperação internacional no âmbito da investigação e desenvolvimento”.
No futuro, pode ainda ler-se no mesmo documento, “os estudantes terão ainda a oportunidade de obter duplas/múltiplas titulações europeias, no âmbito de programas conjuntos de formação”.
A RUN-EU terá ainda como missão a promoção do desenvolvimento económico, social, cultural e sustentável das regiões abrangidas pela rede, fornecendo as competências necessárias para que estudantes, investigadores e agentes regionais possam enfrentar com sucesso os desafios do futuro. A RUN-EU é uma das 24 universidades europeias seleccionadas entre 62 candidaturas. Participam 165 instituições de ensino superior (IES) de 26 Estados-Membros e de outros países participantes no programa Erasmus+.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho