Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
IPCA dá voz e poder de decisão aos estudantes
Câmara de Caminha vai entregar 300 mil euros às freguesias para realização de obras

IPCA dá voz e poder de decisão aos estudantes

Câmara Municipal e Associação Empresarial estabelecem protocolo para reforçar Natal em Viana do Castelo

IPCA dá voz e poder de decisão aos estudantes

Ensino

2019-11-08 às 06h00

Isabel Vilhena Isabel Vilhena

É o primeiro Orçamento Participativo do IPCA e do ensino superior no país. Pioneiro neste processo democrático que desafia à participação dos estudantes na governação de uma instituição de ensino superior público.

O desafio está lançado. Pôr os estudantes do IPCA a participar, activamente, na governação da instituição.
Trata-se do primeiro Orçamento Participativo (OP) do IPCA e no panorama nacional do ensino superior.

A apresentação realizou-se ontem na Biblioteca do IPCA pela presidente da instituição, Maria José Fernandes, e contou com a presença da docente Soraia Gonçalves e do presidente da Associação Académica do IPCA, João Pereira.
“Hoje anunciamos algo muito inovador e que, de alguma forma, vem responder aquilo que entendemos que é a nossa missão que é apelar e envolver os estudantes na gestão desta instituição”, anunciou ontem a presidente do IPCA.
No ano que o IPCA assinala 25 anos, Maria José Fernandes apresenta o primeiro Orçamento Participativo que “surge no âmbito do plano estratégico do IPCA e que se insere numa estratégia nacional do Orçamento Participativo Jovem lançado pelo governo”, exortando ao envolvimento de toda a comunidade estudantil “com propostas que visem melhorar o ambiente e as condições no IPCA”.

Assim, o objectivo do Orçamento Participativo do IPCA é contribuir para a participação da comunidade estudantil na governação da instituição, em que os estudantes são desafiados a desenvolver o seu sentido de responsabilidade social, de resolução de problemas e pensamento crítico, como forma de reforçarem a comunidade académica, a equidade, inclusão e a descentralização de poderes.
A ideia partiu da docente da Escola Superior de Gestão, Soraia Gonçalves, no âmbito da unidade curricular de Finanças Públicas, que desafiou a presidente do IPCA a “colocar os estudantes no centro da governação, dando-lhes a possibilidade de partilharem um pouco da gestão da instituição”, deixando o apelo à participação e “ao espírito de colaboração, trabalho de equipa, responsabilidade social e pensamento crítico”.

Por seu turno, o presidente da Associação Académica, João Ferreira, salientou “a oportunidade que o IPCA está a dar aos estudantes de terem proactividade, de mostrarem que gostam do IPCA e deixar a sua marca”.
A apresentação de propostas pelos estudantes decorre até ao próximo dia 27 este mês. Após a selecção das propostas, todos são chamados a votar no melhor projecto. No dia 19 de Dezembro, dia do IPCA, serão anunciados os resultados e os projectos vencedores.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.