Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Inovação é a maior fonte de resiliência dos territórios
Município continua a ‘valorizar o património’

Inovação é a maior fonte de resiliência dos territórios

Guerreiras do Minho voltam a escorregar na corrida pelo título

Inovação é a maior fonte de resiliência dos territórios

Braga

2021-02-26 às 15h15

Redacção Redacção

Ricardo Rio mostra exemplo de Braga em conferência internacional

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, foi um dos convidados da conferência internacional ‘O papel da inovação no Desenvolvimento da Economia Local’, que decorreu esta Quinta-feira, 25 de Fevereiro. No debate, organizado pelo Grupo PPE no Parlamento Europeu e pelo Instituto Francisco Sá Carneiro, o autarca Bracarense defendeu que, perante a actual crise, causada pela COVID-19, a “inovação é a maior fonte de resiliência dos territórios”, dando assim o exemplo das práticas e procedimentos aplicados na gestão do Município de Braga.

Considerando que o poder local tem um papel determinante no desenvolvimento económico dos territórios, Ricardo Rio deu como exemplo a criação da InvestBraga, a primeira agência de dinamização económica de base local, criada no País que, nos últimos anos, “funcionou como um acelerador do desenvolvimento da Cidade”.

“Uma das primeiras iniciativas da InvestBraga foi a elaboração do Plano Estratégico para o Desenvolvimento Económico, que contribuiu para a criação de uma visão partilhada para o futuro do Concelho. E foi esta visão partilhada entre todos os agentes do território que contribuiu para a estabilidade das políticas que implementámos e que acabou por colocar Braga no radar do investimento internacional”, explicou Ricardo Rio.

Segundo o Autarca, o talento e a criatividade, a inovação e a investigação, assim como o empreendedorismo e as infra-estruturas, são “elementos essenciais ao desenvolvimento sustentado, assumindo-se nos últimos anos, como motores do crescimento económico de Braga”. Para isso, referiu, muito contribuíram instituições, empresas e estruturas como o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, a Universidade do Minho, os Centros de Investigação e a Startup Braga, todos contando com o ingrediente crucial do talento humano para se afirmarem.

A capacidade que a Cidade demonstrou para atrair e reter talento, ao mesmo tempo que apresentava excelentes níveis de qualidade de vida, foi outro dos pontos focados pelo Autarca. A este nível, Ricardo Rio lembrou a criação do ‘Qualifica IT’, um programa que visa dotar licenciados desempregados das competências adequadas às necessidades das empresas da área de desenvolvimento de software, favorecendo a entrada no mercado de trabalho qualificado nas empresas tecnológicas, existentes na região; e o trabalho desenvolvido pela Rede de Embaixadores Empresariais no Programa Talento.

Nesta Conferência, coube a Ricardo Rio dar conta das boas práticas desenvolvidas no plano local, depois de Frances Fitzgerald, ex-Ministra for Business, Enterprise and Innovation da Irlanda, e Pernille Weiss, deputada ao Parlamento Europeu eleita na Dinamarca, terem apresentado as estratégias de sucesso desenvolvidas por estes dois países, ao nível da captação de investimento, criação de emprego e estímulo à inovação enquanto motor do desenvolvimento dos territórios.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho