Correio do Minho

Braga,

- +
Ineficácia afasta Guerreiros do Minho do topo da tabela
Carolina Santos vence ‘Fora da Caixa’

Ineficácia afasta Guerreiros do Minho do topo da tabela

Dj e produtor DMKZ hoje no Sun7 Antena Minho Radio Show

Ineficácia afasta Guerreiros do Minho do topo da tabela

Desporto

2021-04-12 às 06h00

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

SC Braga volta a ceder pontos em casa, pelo segundo jogo consecutivo. Equipa arsenalista não foi além de um empate com a Belenenses SAD, a uma bola, em jogo da 26.ª jornada da I Liga. Falta de eficácia atrasa guerreiros na luta pelo segundo lugar.

A três pontos do pódio. Um SC Braga, claramente, perdulário e ineficaz não foi além de um empate na recepção à Belenenses SAD, somando o segundo jogo consecutivo a perder pontos em casa, algo inédito esta temporada. Depois de ter vencido na primeira volta, a equipa de Petit voltou a roubar pontos aos guerreiros em jogo da 26.ª jornada da I Liga marcado pela falta de eficácia dos arsenalistas, perante um adversário sólido e coeso em termos defensivos. Bracarenses falham, assim, uma reaproximação ao topo, depois de terem visto o FC Porto e o Benfica a não cederem terreno, com o pódio agora mais distante. É um SC Braga a perder fôlego nesta recta final de decisões...
Os guerreiros até entraram fortes em campo, com Sporar e Raúl Silva a desperdiçarem duas ocasiões flagrantes logo nos primeiros minutos e Ricardo Horta a tentar um chapéu a Kritciuk, obrigando o guardião a excelente defesa com uma palmada.

Na outra baliza, Matheus negou o golo a Miguel Cardoso, com uma soberba defesa, depois de um passe de Esgaio.
Com várias oportunidades de golo de parte a parte - Kritciuk voltou a evidenciar-se num remate à meia volta de Sporar - as intervenções dos dois guarda-redes foram mantendo o marcador a zero, até ao momento em que Nico Gaitán foi feliz após uma série de ressaltos, numa combinação entre Fransérgio, Sporar e Ricardo Horta. A bola sobrou para o argentino, que teve apenas de encostar para o fundo das redes.
Apesar de controlar o jogo, no segundo tempo, o SC Braga foi dando espaço à Belenenses SAD para reagir e a equipa de Petit mostrou argumentos para trair a defesa da casa, tal como se viu aos 59 minutos, numa jogada em que Rúben Lima isolou Casierra e o avançado driblou Matheus e Raúl Silva, atirando para a baliza deserta.

Carlos Carvalhal refrescou a defesa e o ataque - lançou Rolando para o lugar do amarelado Raúl Silva e Abel Ruiz substituiu o desinspirado Sporar - e o SC Braga melhorou e ficou perto do segundo, mas Galeno atirou ao lado, após cruzamento de Esgaio.
Os guerreiros ganharam nova inspiração ofensiva nos últimos quinze minutos, já com Piazon em campo, e voltaram a ter boas ocasiões de golo, mas a mira manteve-se desafinada. Aos 82 minutos, Fransérgio esteve perto do segundo, mas no caminho da baliza estava Tiago Esgaio. As tentativas esbarraram quase sempre na muralha defensiva da equipa de Belém, cuja organização permitiu manter o empate até ao apito final.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho