Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Incluir+ evidencia trabalho extraordinário
Símbolos das Jornadas Mundiais da Juventude chegam a Barcelos

Incluir+ evidencia trabalho extraordinário

Famalicão garante autocarros gratuitos para a noite de Carnaval

Incluir+ evidencia  trabalho extraordinário

Braga

2022-11-30 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Ana Ferreira realçou que a Semana Incluir+, organizada pela BLCS com 17 parceiros, é uma montra para “o trabalho extraordinário” dinamizado pelas instituições.

Citação

Evidenciar e potenciar o “trabalho extraordinário” que as instituições que trabalham na área da inclusão e da deficiência desenvolvem é o principal mérito da Semana Incluir+, cuja 7.ª edição arrancou ontem, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (BLCS).
Ana Ferreira, em representação do presidente da Câmara Municipal e enquanto presidente do Conselho Directivo da BLCS, destacou ontem a importância desta Semana Incluir+, cujas 43 iniciativas, envolvendo 17 entidades parceiras, já não cabem numa semana e vão, por isso, prolongar-se até 10 de Dezembro.

Deixando uma palavra especial para o “trabalho incrível” que é desenvolvido por Aida Alves e a sua equipa na BLCS, Ana Ferreira evidenciou a preocupação desta biblioteca ter sempre muitas iniciativas, dentro e fora de portas.
Já Aida Alves justificou que “as bibliotecas, nos dias de hoje, devem servir como sala de estar” da comunidade. “Temos livros, promovemos autores e escritores, mas também queremos que as pessoas socializem através da leitura, isso faz-se construído uma rede social física, onde todas se sintam em casa”.
A directora da BLCS destacou, no âmbito desta Semana Incluir+, o trabalho dinamizado pelo Serviço Biblioteca no Apoio à Inclusão (BAI), coordenadora por Maria Peixoto, não só na organização deste evento, mas ao longo de todo o ano.

Na abertura da VII Semana Incluir+ marcou ainda presença João Medeiros, em representação da vereadora Carla Sepúlveda, que citou o cardeal José Tolentino de Mendonça para evidenciar a importância da inclusão para todos.
O momento ficou ainda marcado pela assinatura de dois protocolos entre a BLCS e a Associação de Apoio à saúde Mental - O Salto e o El Corte Inglês - Grandes Armazéns.
O Salto foi o protagonista do primeiro evento desta iniciativa, apresentando um momento de poesia intitulado ‘Estamos aqui’.

Seguiu-se a abertura e visita guiada às sete exposições que vão estar patentes na BLCS durante a VII Semana Incluir +: a exposição de fotografias ‘Sobreviventes’, dinamizada pelo Novais e Sousa; uma mostra de peças do Atelier de Trabalhos Manuais elaborados por sócios da Delegação de Braga da APD; uma exposição de trabalhos do Atelier de Costura, também da APD de Braga; a exposição de telas ‘Mulheres afegãs, fénix da liberdade’, organizada pela Adolescere; a exposição fotográfica ‘Às portas da inclusão’, dinamizada pelos jovens do Núcleo de Braga da Pais em Rede; a exposição de fotografia experimental ‘(In)corporação’, de Sofia Leite; e a exposição/instalação artística do projecto ‘Narrativas à Volta da Dança’, da CERCI Braga.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho