Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Início da recuperação e valorização hidrográfica da Bacia do Ave
Semana da Economia de Braga regressa de 20 a 25 de Maio

Início da recuperação e valorização hidrográfica da Bacia do Ave

Maioria garante conclusão da nova residência universitária no final de 2025

Início da recuperação e valorização hidrográfica da Bacia do Ave

Vale do Ave

2023-02-05 às 10h14

Redacção Redacção

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Mário Passos, assinala amanhã o arranque das obras de recuperação e valorização hidrográfica da Bacia do Ave.

Citação

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Mário Passos, assinala amanhã o arranque das obras de recuperação e valorização hidrográfica da Bacia do Ave.
A autarquia famalicense viu aprovada uma candidatura, no valor de cerca de 1.2 milhões de euros, para a recuperação e valorização dos rios Ave, Pelhe, Guisande e do ribeiro de Beleco, em Ribeirão.
A primeira intervenção a realizar no âmbito deste projeto arranca no rio Pelhe, momento que é assinalado esta segunda-feira, com a presença do edil famalicense e do vice-presidente da Agência Portuguesa do Ambiente, José Pimenta Machado.

O projecto de recuperação e valorização hidrográfica da Baciado Ave prevê a renaturalização de ribeiras em espaço urbano, sobretudo com a estabilização do seu leito, a estabilização das margens e a beneficiação de habitat para espécies ribeirinhas em domínio hídrico, a melhoria das condições de escoamento e desobstrução da rede hidrográfica. a mitigação dos efeitos das cheias, a reabilitação de infraestruturas degradadas, acontenção de espécies invasoras e o reforço dos sistemas de monitorização da qualidade da água.

A intervenção abrange uma extensão total de cerca de 20 quilómetros, atravessando zonas agrícolas e florestais e vários aglomerados urbanos, com incidência nas freguesias de Ribeirão, Fradelos, Lousado, União de Freguesias de Vila Nova de Famalicão e Calendário, União de Freguesias de Esmeriz e Cabeçudos e União de Freguesias de Arnoso e Sezures.
A candidatura da Câmara Municipal de Famalicão foi apresentada em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e é financiada por fundos comunitários, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (COMPETE 2020), no montante de 1 285 283 euros, dos quais 1 284 990 são provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho