Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Inaugurado Centro de Atividades Ocupacionais da Associação de Paralisia Cerebral de Viana do Castelo
Toque na curva afasta Gabriela de prova

Inaugurado Centro de Atividades Ocupacionais da Associação de Paralisia Cerebral de Viana do Castelo

Caminhada solidária uniu Veiga de Penso

Inaugurado Centro de Atividades Ocupacionais da Associação de Paralisia Cerebral de Viana do Castelo

Alto Minho

2021-10-12 às 13h13

Redacção Redacção

Esta valência surge, pois, das solicitações das famílias de pessoas com paralisia cerebral (multideficiência) que não encontram um CAO específico para os seus filhos no distrito, devendo o Centro de Atividades Ocupacionais entrar em funcionamento ainda este ano. O equipamento social foi instalado na Rua de Santa Martinha, em Santa Marta de Portuzelo, e a APCVC prevê criar pelo menos 12 novos postos de trabalho.

isia cerebral ou situações neurológicas afins, com mais de 18 anos, na freguesia de Santa Marta de Portuzelo, num momento que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo e do executivo municipal. Este CAO, recorde-se, resultou de um protocolo de cooperação e apoio financeiro estabelecido entre o Município e a Associação de Paralisia Cerebral de Viana do Castelo (APCVC) para dar resposta às necessidades sentidas pelos utentes e famílias.
Esta valência surge, pois, das solicitações das famílias de pessoas com paralisia cerebral (multideficiência) que não encontram um CAO específico para os seus filhos no distrito, devendo o Centro de Atividades Ocupacionais entrar em funcionamento ainda este ano. O equipamento social foi instalado na Rua de Santa Martinha, em Santa Marta de Portuzelo, e a APCVC prevê criar pelo menos 12 novos postos de trabalho.
Recorde-se que a empreitada fora adjudicada pelo valor de 252 mil euros, tendo a Câmara Municipal atribuído à APCVC um apoio financeiro de 75 mil euros para a primeira fase da obra, sendo a instituição a suportar a restante verba.
A APCVC é uma IPSS sem fins lucrativos cuja missão é dar resposta às necessidades da pessoa com paralisia cerebral e outras situações neurológicas do distrito de Viana do Castelo. Está em atividade desde outubro de 2005 e presta atendimento a cerca de 230 utentes de todo o distrito.
Tem como objetivo otimizar a qualidade do serviço prestado com vista a melhoria da qualidade de vida das pessoas com paralisia cerebral, visando ser uma organização de referência na habilitação e integração da pessoa com paralisia cerebral e situações neurológicas afins.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho