Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
“É impossível fazer tudo em 2021” alerta treinadora Sameiro Araújo
Investigadores descobriram que falta de enzima provoca Alzheimer

“É impossível fazer tudo em 2021” alerta treinadora Sameiro Araújo

Unidade de rastreio instalada no Multiusos de Guimarães

“É impossível fazer tudo em 2021” alerta treinadora Sameiro Araújo

Desporto

2020-03-25 às 06h00

Rui Serapicos Rui Serapicos

Tóquio 2020 adiado, Sameiro Araújo avisa que em 2021 há vários campeonatos do mundo e pede às autoridades internacionais do atletismo que esclareçam a tempo o calendário do próximo ano.

“A partir de hoje esquecemos os Jogos Olímpicos. Mas ainda não temos notícia dos Campeonatos da Europa, previstos para os finais de Agosto, em Paris”, disse ontem, contactada ao telefone pelo Correio do Minho, Sameiro Araújo. “Mas é impensável fazer tudo em 2021” — acrescentou, lembrando que para o próximo ano estão agendados Mundiais de pista coberta, ao ar livre e de corta-mato.
A treinadora de atletismo, que estava a orientar a preparação de Mariana Machado (para os 1500 metros) e Paulo Rosário (maratona) para a qualificação aos Jogos Olímpicos, acrescenta que, mesmo após esta decisão ontem anunciada pelo Comité Olímpico, de adiar Tóquio 2020, permanece ainda no calendário internacional da modalidade um quadro de indefinição.

“Nós estamos ainda à espera de uma decisão também da Federação Europeia, que diga se são ou não adiados os Campeonatos da Europa”, frisou, adiantando que também para 2021 é precisa uma clarificação do calendário, pois há muitas competições previstas para o próximo ano.
Quanto a Tóquio 2020, nem Mariana Machado nem Paulo Rosário tinham ainda obtido os mínimos. A corredora de meio fundo teria mais hipóteses, não só porque as suas marcas já estavam a aproximar-se dos olímpicos, como nos 1500 metros é possível, no limite, correr até duas provas na mesma semana.

Ao invés, pela especificidade da distância, que exige mais tempo de recuperação, o maratonista iria escolher apenas uma maratona a disputar em breve como única hipótese para carimbar o passaporte.
Em face das recentes restrições impostas pelo combate ao vírus Covid-19, ambos estavam muito limitados, reduzindo os treinos a circuitos próximos de casa e aos exercícios em isolamento.

Presidente da Federação comenta “boa decisão, embora atrasada”

O presidente da Federação Portuguesa de Atletismo (FPA), Jorge Vieira afirmou ontem, sobre o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, ser “embora atrasada uma boa decisão”. “Já deveria ter sido tomada há uns dias, sendo esta a medida mais justa para toda a comunidade desportiva”, adiantou, numa reacção à decisão que foi ontem anunciada pelo Comité Olímpico Internacional. “Entendo como deve ter sido difícil tomar esta decisão, mas devemos elogiá-la, até porque a esmagadora maioria do mundo do desporto já clamava por este desfecho”, disse ainda Jorge Vieira, adiantando “que este momento permite termos uma visão internacional diferente do futuro, enquadrando a actividade numa perspectiva mais abrangente”, tendo por base que a pressão de melhorar condições de treino para os atletas para uma qualificação que estava a encontrar um calendário cada vez mais apertado e a ser colocada em causa.

  Jorge Vieira conclui: “foi a decisão que repõe toda a justiça nesta questão”, relembrando todos os inquéritos feitos a atletas de alta competição em todo o Mundo, que advogavam precisamente este desfecho.
Thomas Bach, presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), e o primeiro ministro do Japão, Abe Shinzo, realizaram uma conferência para discutir o ambiente de mudança constante relação à Covid-19 e as suas consequências para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020. A eles se juntaram ainda naquela reunião Mori Yoshiro, presidente do Comité Organizador de Tóquio 2020; o ministro olímpico, Hashimoto Seiko; o governador de Tóquio, Koike Yuriko; o presidente da Comissão de Coordenação do COI, John Coates; o Diretor Geral do COI, Christo-phe De Kepper; e o director executivo dos Jogos Olímpicos do COI, Christophe Dubi. 

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho