Correio do Minho

Braga, sábado

- +
IEFP de Braga vai ter Núcleo de Promoção e Acompanhamento
Fafe destaca-se na protecção ambiental

IEFP de Braga vai ter Núcleo de Promoção e Acompanhamento

Detectados 270 alunos com necessidades de terapia da fala nos últimos três anos

IEFP de Braga  vai ter Núcleo  de Promoção e Acompanhamento

Braga

2021-05-01 às 08h03

Redacção Redacção

Vai ser criado no Centro de Emprego e Formação Profissional de Braga um Núcleo de Promoção e Acompanhamento (NPA).

Um Núcleo de Promoção e Acompanhamento (NPA) vai ser criado no Centro de Emprego e Formação Profissional de Braga da Delegação Regional do Norte, segundo um extracto de uma deliberação ontem publicado em Diário da República (DR).
A criação de até 112 núcleos nas Unidades Orgânicas Locais a nível nacional foi determinada pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) que, em reunião de 30 de Março deste ano, deliberou criar um destes núcleos na cidade de Braga.

O NPA terá várias competências, designadamente a realização de actividades “conducentes ao desenvolvimento e promoção do emprego e de oferta de qualificação, potenciando a captação de ofertas de emprego junto das entidades empregadoras e a participação dos respectivos trabalhadores em acções de formação, mobilizando os actores locais relevantes para colaborarem na resposta às necessidades em matéria de emprego e de qualificação”.
A “interlocução junto das entidades que integram o tecido empresarial e económico local, bem como a realização de acções proactivas junto das mesmas”, ou o “acompanhamento de projectos de grande dimensão e impacto ao nível do emprego e da economia”, serão outras das competências deste Núcleo de Promoção e Acompanhamento.

Segundo o DR, o NPA vai também “proceder ao acompanhamento dos projectos desenvolvidos no âmbito das medidas activas de emprego, nomeadamente, realizando visitas aos locais onde decorrem as respectivas actividades” e “elaborar candidaturas aos programas de cofinanciamento comunitário, designadamente ao FSE [Fundo Social Europeu] e FEDER [Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional]”. Garantir “o respectivo acompanhamento, controlo e apresentação de saldos, proceder ao atendimento dos utentes e candidatos a emprego, de forma integrada com os canais de prestação de serviços à distância e incluindo as actividades de ‘backoffice’ subjacentes”, são igualmente outras das competências deste núcleo.

Entre outras competências, este núcleo irá ainda “promover o estabelecimento de parcerias para a qualificação com outros operadores públicos e privados de educação e formação, com empresas e outras entidades da economia social, com vista a potenciar os recursos humanos e materiais disponíveis, e as oportunidades de inserção dos formandos”.
Este núcleo fará também o “acompanhamento da trajectória dos formandos após a conclusão do respectivo percurso de qualificação”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho