Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Iberdrola recebe aprovação ambiental para parque eólico em Braga e Vila Real
Universidade do Minho abre concursos para 67 investigadores

Iberdrola recebe aprovação ambiental para parque eólico em Braga e Vila Real

Assinado contrato para construção de habitação a custos controlados em Fafe

Iberdrola recebe aprovação ambiental para parque eólico em Braga e Vila Real

Braga

2024-06-15 às 16h07

Redacção Redacção

A Iberdrola recebeu a aprovação ambiental final do Governo para a construção de um parque eólico, nos distritos de Braga e Vila Real, com uma potência de 274 megawatts (MW).

Citação

“A Iberdrola obteve a aprovação ambiental final do Governo português para a construção do maior parque eólico do país. A empresa dá assim mais um passo na expansão em território nacional, impulsionando a transição para um modelo económico baseado na descarbonização através das energias renováveis e na independência face aos combustíveis fósseis”, anunciou, em comunicado, a empresa.

Em causa está o segundo e último parecer ambiental favorável, denominado Decisão de Conformidade Ambiental do Projecto de Execução (DECAPE), para o projeto dos parques eólicos Tâmega Norte e Tâmega Sul.

O parque eólico, construído nos distritos de Braga e Vila Real, terá uma potência de 274 MW, o que equivale a um consumo de 128.000 habitações.

Este parque foi concebido para aproveitar o ponto de injeção na rede elétrica já construído no Sistema Eletroprodutor do Tâmega (SET).

De acordo com a elétrica, o próximo passo consiste na solicitação da licença de produção à Direcção-Geral de Energia e Geologia (DGEG).

“A incorporação de energia eólica no sistema electroprodutor do Tâmega aumenta a sua contribuição de energia limpa, acessível e competitiva para o sistema elétrico, garantido o fornecimento da quantidade máxima de energia verde autorizada, originalmente, para cada projecto, durante o maior tempo possível”, apontou.

A empresa espera começar a obra em 2025.

O SET conta com um investimento total de mais de 1.500 milhões de euros e é composto pela Central Hidroelétrica do Alto Tâmega, pela Central de Armazenamento por Bombagem de Gouvães e pela Central de Daivões.

Iberdrola apresentou um lucro de 2.760 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, mais 86% do que em idêntico período do ano anterior.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho