Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Hospital de Braga deu mais de 6000 consultas de Nutrição
Presidente da Câmara Municipal recebeu ‘Diploma de Finalista Nomeado’

Hospital de Braga deu mais de 6000 consultas de Nutrição

Embarca no Natal enche Ponte da Barca de magia

Hospital de Braga deu mais de 6000 consultas de Nutrição

Braga

2021-10-16 às 12h25

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Serviço de Nutrição do Hospital de Braga, no último ano, deu mais de 6000 consultas e acompanhou 1500 dos doentes que estiveram internados. Números divulgados no âmbito do Dia da Alimentação que hoje se assinala.

Foram mais de 6000 as consultadas de Nutrição ministradas no Hospital de Braga, no último ano. No mesmo período, as nutricionistas acompanharam ainda 1500 dos doentes que estiveram internados e foram sinaliza- dos por estarem em risco nutricional.
Poucos meses após a passagem de unidade a Serviço de Nutrição, e a propósito do Dia Mundial da Alimentação que hoje se assinala, Mafalda Noronha explica o trabalho que é desenvolvido pela equipa que lidera, um trabalho que se estende por diversos serviços e que se faz muito a nível multidisciplinar.

A directora do Serviço de Nutrição do Hospital de Braga explica que a nutrição hospitalar se divide em três grandes áreas: a nutrição clínica, a alimentação colectiva e o ensino e formação.
Na área da nutrição clínica, as nutricionistas realizam consultas externas de Nutrição. “Dá-mos apoio à maioria dos serviços clínicos do Hospital”, refere, elencando que as consultas de Nutrição são dadas na Gastro, na Pediatria, na Nefrologia, na Oncologia, entre outros Serviços em que haja risco nuricinal no paciente.
A nível de consulta externa, mais de 80% dos doentes chegam à consulta referenciados por excesso de peso e as implicações que esse estado provoca, como diabetes, hipertensão, entre outros.
Mas também é a este serviço que cabe acompanhar os doentes internados e que estejam em risco nutricional.

“Qualquer doente ao ser internado é lhe feita a avaliação de risco nutricional e caso esteja em risco, esteja desnutrido, é sinalizado ao Serviço de Nutrição. Nós fazemos a avaliação da situação e muitas vezes há a necessidade de personalizar a dieta ou suplementar a alimentação. Tem sempre de ser visto casos a caso”, explica a nutricionista.
Se na consulta externa prevalece a obesidade, nos internamentos são as situação de subnutrição que estão em destaque. Na oncologia, por exemplo, são frequentes situações de desnutrição.

Já na área da alimentação colectiva, o Serviço trabalha em articulação com a gestão hoteleira. “O que nós fazemos é supervisionar e controlar o trabalho que é desenvolvido pela empresa concessionada que serve as refeições hospitalares. Aprovamos as ementas e fazemos auditorias ao processo produtivo para garantir a qualidade da alimentação que é servida aos doentes”, explica.
Na área do ensino e formação, este Serviço promove formação aos colaboradores do Hospital e também colabora com a unidade hospitalar em actividades desenvolvidas com e para a comunidade. Insere-se também nesta área a orientação de estágios académicos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho