Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Hospital de Braga avaliou a saúde da voz
Vitória SC contratou Welthon e coloca cláusula de 30 milhões

Hospital de Braga avaliou a saúde da voz

Vila Verde: Inscrições para Concurso Internacional de Acessórios de Moda

Braga

2017-04-20 às 19h15

Redacção

O Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital de Braga assinalou hoje, o Dia Mundial da Voz, comemorado a 16 de abril, com uma ação de deteção precoce de patologias da voz. A iniciativa, que se realizou pelo 5º ano consecutivo, incidiu na prevenção de patologias e na promoção do diagnóstico precoce de lesões que afetam a qualidade da voz.

O Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital de Braga assinalou hoje, o Dia Mundial da Voz, comemorado a 16 de abril, com uma ação de deteção precoce de patologias da voz. A iniciativa, que se realizou pelo 5º ano consecutivo, incidiu na prevenção de patologias e na promoção do diagnóstico precoce de lesões que afetam a qualidade da voz.

A ação decorreu em consultório médico, local onde os médicos especialistas receberam todos aqueles que se inscreveram para saber mais sobre a saúde da sua voz. O primeiro contato consistiu na entrevista médica de avaliação. “É fumador?”, “Sofre de rouquidão ou de afonia?”, “Sente alterações na voz?”, foram algumas das questões colocadas aos utentes. Após a contextualização da realidade de cada um, seguiu-se o exame - a laringoscopia - que avalia de forma precisa a laringe, cordas vocais e seu funcionamento. No caso de detetada alguma anomalia, os utentes levaram consigo uma carta de referência para o seu médico de família, assim como, informação sobre cuidados fundamentais para a saúde da voz.

Dados da Sociedade Portuguesa de Otorrinolaringologia indicam que Portugal é o terceiro país europeu com maior incidência de cancro da laringe, sendo diagnosticados cerca de 600 novos casos por ano. Segundo Luís Dias, Diretor do Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital de Braga, estas ações são de “extrema importância na prevenção de lesões e alterações graves, contribuindo ainda para um diagnóstico precoce e uma mais elevada taxa de cura nas doenças associadas à voz.”

*** Nota do Hospital de Braga ***

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.