Correio do Minho

Braga,

- +
Hospital com quatro áreas de “excelência máxima”
Vizelenses tropeçam diante dos jovens dragões

Hospital com quatro áreas de “excelência máxima”

Leonardo Campana cedido por empréstimo dos ‘Wolves’

Hospital com quatro áreas de “excelência máxima”

Braga

2020-01-17 às 06h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

A Entidade Reguladora da Saúde dá ‘três estrelas’ às áreas de Ginecologia, Cirurgia de Ambulatório, Ortopedia e Obstetrícia do Hospital de Braga.

O Hospital de Braga obteve a classificação de excelência máxima nas especialidades de Ginecologia, Cirurgia de Ambulatório, Ortopedia e Obstetrícia na segunda avaliação da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) de 2019, que foi, ontem, divulgada. Das 14 áreas de especialidade avaliadas nesta unidade hospitalar, nenhuma obteve classificação negativa e além das quatro que obtiveram “excelência máxima”, todas as outras obtiveram qualidade ‘nível dois’.
A avaliação e classificação no âmbito do projecto SINAS, da ERS, foi realizada num universo de 158 hospitais públicos, privados e do sector social, apenas afere o desempenho do hospital nas áreas de especialidade avaliadas em concreto.

A classificação máxima em termos de qualidade (três estrelas) foi atribuída pelo SINAS às áreas de Cirurgia de Ambulatório (em Cirurgia de Ambulatório), de Ginecologia (Histerectomias), de Obstetrícia (Partos e Cuidados Pré-Natais) e Ortopedia (Artroplastias Totais da Anca e do Joelho).
Refira-se que esta avaliação e classificação é feita em dois níveis. Num primeiro, confirma-se o cumprimento de critérios essenciais para a prestação de cuidados de saúde com qualidade. A passagem desse nível, permite acesso a um segundo nível de avaliação em que são atribuídos níveis de qualidade de I a III em cada uma das áreas de avaliação.
Note-se que esta segunda avaliação da ERS, via SINAS, refere-se aos internamentos realizados entre Julho de 2017 e Julho de 2018.
De uma forma geral, 84 por cento dos hospitais avaliados pelo regulador da saúde em Portugal obtiveram classificação de excelência clínica, cumprindo, assim, os critérios para a prestação de cuidados de saúde de qualidade.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho