Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
‘Heroína Teatral’ vai fomentar a arte
Cónego Mário Martins preside à Confraria do Bom Jesus

‘Heroína Teatral’ vai fomentar a arte

BLCS debate papel da rádio na pandemia

‘Heroína Teatral’ vai fomentar a arte

Cávado

Ontem às 06h00

Lurdes Marques Lurdes Marques

Nova associação de Teatro e Cultura é composta por actores e integrantes de antigos grupos cénicos.

Manuel Cardoso é o presidente da direcção da nova associação de teatro e cultura fundada na passada semana por um grupo de povoenses, quase todos actores e integrantes de antigos grupos cénicos do concelho da Póvoa de Lanhoso, que tem como objectivo “a promoção e a defesa do teatro e da cultura, em especial pela apresentação de espectáculos visando divulgar o gosto pela arte teatral e por outras formas de expressão cultural e recreativa junto da população do concelho”, conforme explanado nos estatutos.
‘Heroína Teatral’ é o nome desta nova colectividade que dá um novo fomento ao teatro e à cultura junto da população povoense.
Actor e encenador, Manuel Cardoso é o líder do grupo que, juntamente com actores e integram a associação, encenou a peça ‘O Gato’, de Henrique Santana, que se viria a transformar num enorme êxito, levado a palco várias vezes e sempre com sala cheia. Cardoso ensaiou também vários actores do grupo em textos de Agustina Bessa Luís, a pedido da filha da autora de ‘A Sibila’, Mónica Baldaque, que foram depois apresentados em Serralves.
A primeira assembleia geral da associação, à qual assistiram quinze dos vinte e dois sócios fundadores, funcionou por videoconferência, e, para além da discussão dos estatutos propostos, que, colocados depois à votação foram aprovados por unanimidade, foram eleitos os órgãos sociais, por proposta apresentada e analisada pelos presentes.
Além de Manuel Cardoso, a direcção conta com Carlos Coelho na vice-presidência; Aida Sousa e Silva como Secretária; Cândido Gomes de Miranda como Tesoureiro e Tiago Guimarães como vogal. Célia Maria Gonçalves Moreira, Domingos Vieira Soares e Maria Natália de Sousa da Silva Alves são os suplentes.
O Conselho Fiscal tem como presidente Aníbal da Silva Coelho; vice-presidente Sérgio Araújo; Secretária Teresa de Miranda e como suplentes Leonor Marinha Sousa da Silva e Mariana Gabriela de Sá Pereira Rodrigues.
Já a Mesa da Assembleia Geral conta com José Abílio Coelho como presidente: Sílvia Rosália de Barros como vice-presidente; Helena da Cunha como Secretária e Alexandra Gabriela Vaz Gomes, Francisco Manuel Machado Oliveira e Maria Aurora Duarte Vieira Moreira como elementos suplentes.
Recorde-se que a Póvoa de Lanhoso tem uma longa história na área da representação teatral. Nos jornais locais dos anos oitenta do século XIX, era já possível encontrar notas informativas sobre a realização de espectáculos da Arte de Talma. Nos inícios da centúria seguinte o benemérito António Ferreira Lopes decidiu construir a expensas suas a belíssima sala de espectáculos, o Theatro Club.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho