Correio do Minho

Braga,

- +
Guimarães celebrou o Dia Mundial do Teatro com espetáculos para crianças e seniores
Hugo Soares: “As melhores soluções para Portugal passam pela AD”

Guimarães celebrou o Dia Mundial do Teatro com espetáculos para crianças e seniores

Artur Jorge: “Vitória assenta pela justiça”

Guimarães celebrou o Dia Mundial do Teatro com espetáculos para crianças e seniores

Vale do Ave

2023-03-28 às 15h18

Redacção Redacção

Concertos e literatura para os mais novos e teatro para os mais velhos compuseram as celebrações do Dia Mundial do Teatro.

Citação

Durante a manhã de segunda-feira, no âmbito do dia mundial do Teatro, os Espaços Criativos, na vila de Brito, integrado no festival 'MAPA – Mostra de Artes Performativas da Astronauta', e no âmbito do programa de descentralização cultural ExcentriCidade, receberam o espetáculo “(En)Cantar com Alice e Sebastião”, um projecto musical e literário cujo público-alvo são as crianças em idade escolar e pré-escolar e as suas famílias. Numa simbiose de palavras e sons, o projeto explorou a diversidade musical, apresentando uma contrastante paleta sonora que resulta em experiências únicas no mundo do repertório de música infantil em Portugal.

Já durante a tarde, a Divisão para a Coesão e Desenvolvimento Social, no âmbito do Plano Anual de actividades, realizou a actividade “Dia Mundial do Teatro 2023” no Multiusos de Guimarães. Dirigida a todos os utentes de IPSS’s e dos Projetos Sociais do concelho de Guimarães, e com a presença da vereadora da Ação Social, Paula Oliveira, esta actividade contou com cerca de 800 participantes.

Na sua intervenção, Paula Oliveira, elogiou as IPSS e os projetos presentes, referindo não só a qualidade da sua intervenção, destacando o papel dos técnicos que “cuidam dos nossos seniores e trazem, diariamente, felicidade para a sua vida”, como também da quantidade de projetos e respostas sociais que existem no concelho, que para muitos utentes “são como família”. A vereadora, referindo-se ao papel do teatro na sociedade, enalteceu o trabalho que a ADCL tem desenvolvido no território, em particular o projeto 'Então vamos'.

A peça de teatro “O Grupo Dramático”, encenada por Manuela Ferreira, foi inspirada na história de um grupo de teatro amador, fundado pelos escuteiros nos anos 40, em São Torcato. O processo de criação reuniu testemunhos da existência do grupo, que deixava os torcatenses entusiasmados pela sua apresentação de natal e ano novo.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade
Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho