Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Guerreiros de pontaria afinada garantem presença na final
São João “entre portas” arranca hoje

Guerreiros de pontaria afinada garantem presença na final

Viana do Castelo: Contas de 2020 da Câmara Municipal com resultado líquido positivo de 2,8 milhões de euros

Guerreiros de pontaria afinada garantem presença na final

Desporto

2021-05-06 às 12h00

Carlos Costinha Sousa Carlos Costinha Sousa

Nos penáltis foram mais fortes os Guerreiros do Minho que marcaram lugar na final da Taça Revela-ção, ao derrotar o Benfica por 4-2. Lisboetas tinham conseguido o empate aos 90+8 minutos.

E no final, os Guerreiros do Minho é que festejaram. A equipa do escalão sub-23 do Sporting Clube de Braga conquistou, ontem, o direito a disputar a final da Taça Revelação 2020/2021, após ter vencido a meia-final frente ao Benfica.
Depois de um empate caseiro a uma bola no duelo da primeira mão da semifinal, os bracarenses foram a Lisboa com ambição de conquistar um resultado que permitisse dar mais um passo em frente na competição. E fizeram por isso ao longo de todo o encontro, perante uma formação lisboeta que procurava também o mesmo objectivo, mas não mostrou armas nem argumentos, ao longo do jogo, para levar de vencida os inspirados, aguerridos, determinados e voluntariosos Guerreiros do Minho.
A equipa orientada por Artur Jorge conseguiu aproveitar as oportunidades que foi criando e colocou-se em vantagem no marcador ainda durante o primeiro tempo quando, aos 42 minutos, Eduardo Ribeiro, que tinha entrado em campo no decorrer do primeiro tempo para render Vítor Oliveira, encontrou o caminho para o fundo das redes do Benfica, encaminhando a turma arsenalista para o rumo que pretendia seguir na partida.
Um golo que surgiu numa altura muito positiva da partida, pois permitiu aos bracarenses começar o segundo tempo em vantagem e com maior determinação para completar os 45 minutos restantes com sentimento de vitória.
No entanto, quando parecia que o árbitro da partida já se preparava para apitar para o final do encontro, o objectivo bracarense tremeu. Aos 90+8 minutos, na conversão de um livre directo à entrada da grande área arsenalista, David Barrero bateu o esférico de forma superior e colocou de tal maneira a bola que o guarda-redes Lukas Hornicek bem se esticou, mas não conseguiu evitar o golo do empate, que obrigou à disputa do prolongamento.
Tempo extra na meia-final da Taça Revelação, com 30 minutos que trouxeram muita vontade por parte das duas equipas, mas não levaram a que o marcador sofresse mais alterações, mantendo-se o empate a uma bola no final do prolongamento.
Foi, por isso, necessário recorrer à marcação de penáltis para definir quem seria o vencedor da partida e iria juntar-se ao Estoril--Praia na disputa da final [ver caixa].
E neste aspecto, o da finalização, os bracarenses foram muito superiores ao adversário, conseguindo concretizar por três vezes, enquanto os benfiquistas apenas por uma vez fizeram balançar as redes defendidas pelo jovem guardião do SC Braga.
Vitória confirmada por 4-2 no final do encontro e lugar marcado na final, com um resultado acumulado de 5-3 nesta eliminatória da semifinal. E mais um passo importante numa temporada quase perfeita por parte da equipa treinada por Artur Jorge que chegou aos 26 jogos na época (22 campeonato e 4 Taça), com um saldo de 13 vitórias, nove empates e apenas quatro derrotas, tendo 40 golos marcados e 24 sofridos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho