Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Guerreiros confirmam presença nas ‘meias’
Viana do Castelo: estudantes promovem “Poesia à solta na Biblioteca”

Guerreiros confirmam presença nas ‘meias’

Mercado temporário no Pópulo e Campo da Vinha durante 14 meses

Desporto

2019-01-11 às 16h16

Redacção

Penáltis foram decisivos para o SC Braga/AAUM confirmar o apuramento para a próxima fase da Taça da Liga, depois do empate 1-1 no tempo regulamentar frente ao Fundão. Bracarenses estiveram a vencer desde o início, mas não aguentaram até ao final.

Difícil, muito difícil. Duas equipas muito fortes na quadra e muito equilíbrio marcaram o primeiro duelo da Taça da Liga de Futsal da temporada 2018/2019, numa partida na qual a equipa do SC Braga/AAUM acabou por garantir a vitória e consequente apuramento para as meias-finais da competição, depois de levar de vencida a formação da AD Fundão.
Mas o equilíbrio e as excelentes exibições dos guarda-redes das duas equipas foram notas fulcrais da partida, por isso, foi mesmo necessário recorrer à marcação de penáltis (2-4) para se encontrar o vencedor do jogo.
Os bracarenses entraram muito bem em jogo, conseguiram criar perigo e viram Luiz Gustavo a segurar o empate, apesar de que na resposta, a formação beirã conseguiu também obrigar o internacional Vítor Hugo a mostrar serviço para manter a sua baliza inviolada.
No entanto, aos quatro minutos de jogo, Cássio fez o seu trabalho e colocou os bracarenses em vantagem. O pivot arsenalista recebeu um passe de Tiaguinho a meio do meio campo de ataque e, com dois adversários pela frente decidiu rematar de longe, muito colocado e com força, levando a bola rasteira a bater completamente o guardião contrário que bem se esticou, mas não conseguiu evitar os festejos do SC Braga/AAUM.
Daí para a frente, até ao intervalo, o marcador não sofreu mais alterações, com o jogo a manter--se muito dividido e vários remates com selo de golo a serem travados apenas pelas excelentes estiradas de Luiz Gustavo e Vítor Hugo, que foram mantendo o resultado com a curta vantagem bracarense.
No segundo tempo, mais do mesmo. Oportunidades para os dois lados, o Fundão a tentar recuperar no marcador, o SC Braga/AAUM a conseguir ir defendendo a curta vantagem e a procurar o ataque para tentar aumentá-la, mas os guardiões voltaram a fechar as balizas.
Até ao minuto 30, quando uma desatenção na marcação da defesa bracarense permitiu a Paulinho Rocha, de carrinho, empurrar a bola para o fundo das redes do SC Braga/AAUM e empatar a partida, fixando o marcador final e obrigando à marcação de penáltis. E aí, a eficácia dos Guerreiros do Minho mandou.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.