Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Governos de Portugal e Espanha aprovam agrupamento transfronteiriço do Rio Minho
'Epidemia Urbana' em Cerveira

Governos de Portugal e Espanha aprovam agrupamento transfronteiriço do Rio Minho

Miguel Alves vai presidir ao Conselho Regional do Norte

Nacional

2018-02-03 às 15h33

Redacção

Está aprovada a constituição do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) do Rio Minho para reforçar a cooperação transfronteiriça entre o Alto Minho e a Galiza.

Os governos de Portugal e Espanha aprovaram a constituição do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) do Rio Minho para reforçar a cooperação transfronteiriça entre o Alto Minho e a Galiza.
Manoel Batista presidente da Câmara de Melgaço e também presidente da Associação do Vale do Minho Transfronteiriço (Uniminho), entidade que em 2016 iniciou o processo de constituição do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) do rio Minho refere, em comunicado, que a nova estrutura terá como associa- dos os dez concelhos que integram a Comunidade Intermunicipal (CIM) Alto Minho e os municípios de Pontevedra, na Galiza.

Segundo aquele responsável, a escritura pública de constituição do AECT do Rio Minho será assinada durante o primeiro trimestre deste ano.
A constituição do AECT do Rio Minho foi aprovada pelo Governo português no passado dia 22. O congénere espanhol tinha-a aprovado em 20 de Dezembro.
A aprovação da constituição deste novo instrumento de cooperação transfronteiriça no território do Rio Minho vai trazer um novo energia na procura de soluções conjuntas para a resolução e eliminação dos ainda persistentes obstáculos à permeabilidade transfronteiriça, designadamente nas áreas da saúde, dos transportes e da educação, sublinhou Manoel Batista.

O autarca de Melgaço destacou que a nova associação de municípios portugueses e galegos permitirá também promover o território transfronteiriço singular do rio Minho, potenciando todo o seu património natural e cultural.
Aquele agrupamento tem como objectivo contribuir para o desenvolvimento socioeconómico e da coesão institucional do território de intervenção, para a promoção do património cultural e natural transfronteiriço, para a valorização das potencialidades dos seus recursos endógenos, e para a criação e consolidação da marca turística transfronteiriça rio Minho e outras marcas no âmbito nacional e internacional.
O AECT Rio Minho, com sede em Valença, abrange um total de 26 concelhos: dez da CIM Alto Minho e 16 concelhos galegos da província de Pontevedra com ligação ao rio Minho.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.