Correio do Minho

Braga,

- +
Governo garante empenho na economia do hidrogénio verde
Câmara cede espaço para sede da Delegação de Guimarães da Ordem de Advogados

Governo garante empenho na economia do hidrogénio verde

Barcelos Bus gratuito em dezembro

Governo garante empenho na economia do hidrogénio verde

Braga

2020-10-29 às 08h30

José Paulo Silva José Paulo Silva

INL juntou decisores e especialistas na ‘Hydrogen Summit’. Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior assumiu prioridade no objectivo de uma economia sustentável baseada no hidrogénio.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, assegurou ontem o compromisso do Governo para o desenvolvimento de uma economia europeia assente no hidrogénio. Na aberturta da ‘Hydrogen Summit 2020’, organizada pelo Instituto Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), o governante assumiu que Portugal “está comprometido”, no âmbito da presidência no Conselho da União Europeu no próximo ano, em dar passos rumo a “uma economia futura sustentada no hidrogénio”.
A conferência do INL, que prossegue na manhã de hoje em formato digital, reúne decisores e especialistas nacionais e internacionais num debate sobre o contributo do hidrogénio verde, isto é, gerado a partir de fontes renováveis, para uma Europa livre de carbono até 2050
Manuel Heitor considerou, tal como outros participantes na ‘Hydrogen Summit 2020’, que o hidrogénio é a base de “uma tecnologia chave e o único caminho para o desenvolvimento sustentável”, pelo que será essencial para se alcançar o “acordo verde europeu”.
Acrescentou que tal só será possível com “um compromisso entre o sector empresarial e o desenvolvimento sustentável”.
O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior alertou, no entanto, para a necessidade de serem estudados os efeitos secundários da utilização do hidrogénio em actividades quotidianas, bem como em assegurar a segurança do seu transporte e armazenamento
Na sua intervenção, Manuel Heitor realçou o papel de institutos de investigação como o INL e da nanotecnologia no desenvolvimento da tecnologia ‘fuel cell’, propondo uma colaboração entre as organizações “para que a Europa lidere neste processo”.
Hélène Chraye, chefe da Unidade de Transição para a Energia Limpa da Comissão Europeia, afirmou, na ‘Hydrogen Summit’ que os investimentos com vista ao desenvolvimento de uma estratégia europeia para o hidrogénio não se devem ficar pela inovação, mas alargar-se às aplica- ções industriais e às infraestruturas de transporte.
Lars Montelius, director-geral do INL, acrescentou que a elecrificação sustentável a partir do hidrogénio criará “prosperidade”, considerando também essencial o investimento nas infraestruturas de transporte e arma- zenamento do combustível do futuro, tendo em vista o objectivo da neutralidade carbónica no espaço europeu no ano 2050.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho