Correio do Minho

Braga, quarta-feira

GNR tenta travar assaltantes de ATM
Câmara Municipal de Arcos de Valdevez apresenta acções de defesa da floresta

GNR tenta travar assaltantes de ATM

Forum Braga é grande oportunidade para a cidade

Casos do Dia

2017-11-13 às 06h00

Teresa M. Costa

Duas caixas multibanco foram assaltadas, com recurso a explosão, em pouco mais de meia hora, nos concelhos de Barcelos e de Esposende, tendo havido uma terceira explosão noutro ATM em Vila Nova de Gaia. Na sequência de um dos roubos, registado por volta das 5.10 horas, em Esposende, a GNR ainda foi no encalço da viatura dos assaltantes que lançaram pó de um extintor, obrigando a patrulha a parar já que dois militares tiveram que ser assistidos no hospital.

Duas caixas multibanco foram assaltadas, com recurso a explosão, em pouco mais de meia hora, nos concelhos de Barcelos e de Esposende, tendo havido uma terceira explosão noutro ATM em Vila Nova de Gaia.
Na sequência de um dos roubos, registado por volta das 5.10 horas, em Esposende, a GNR ainda foi no encalço da viatura dos assaltantes que lançaram pó de um extintor, obrigando a patrulha a parar já que dois militares tiveram que ser assistidos no hospital.

Em Esposende, o alvo foi o ATM instalado no edifício da Cooperativa Agrícola de Esposende, na Rua Senhora da Saúde, e a GNR acorreu de imediato ao local tendo iniciado a perseguição aos suspeitos que se faziam transportar numa viatura de marca BMW de cor escura.
Quarenta minutos antes, os assaltantes atacaram o ATM instalado no Supermercado Mendes em Lijó, concelho de Barcelos.

Neste assalto, também com recurso a explosão, foram referenciados três indivíduos encapuzados que fugiram depois de se apoderarem das gavetas com o dinheiro da caixa multibanco.
O terceiro assalto - que a avaliar pelo método envolve o mesmo grupo - teve como alvo a caixa ATM instalada numa padaria em Canidelo, Vila Nova de Gaia, sendo que os assaltantes ainda ameaçaram os moradores que vieram à janela, alertados pela explosão, por volta das 6 horas.
A Polícia Judiciária investiga.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.