Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Gil Vicente: “Temos de estar na plenitude máxima”
Há 735 famílias que precisam de apoio habitacional

Gil Vicente: “Temos de estar na plenitude máxima”

PS/Barcelos tem candidato e candidato a candidato

Gil Vicente: “Temos de estar na plenitude máxima”

Desporto

2021-01-26 às 14h38

Miguel Machado Miguel Machado

Ricardo Soares antevê jogo difícil em Braga e refere que só um Gil Vicente na “plenitude das suas capacidades” pode almejar somar pontos na 15.ª jornada da I Liga. Treinador gilista espera ainda aproveitar algum desgaste dos Guerreiros pós Taça da Liga.

Sem vencer há três jogos no campeonato, o Gil Vicente acredita que pode quebrar o jejum no dérbi minhoto com o SC Braga, mas o treinador Ricardo Soares reconhece que só uns gilistas nas suas plenas faculdades pode surpreender os Guerreiros.
“O Braga é uma das grandes equipas do nosso campeonato, das equipas mais organizadas e com um modelo de jogo mais vincado no futebol português. Tem jogadores com muita qualidade. Sabemos que temos de estar na plenitude das capacidades para trazer pontos de Braga, que é o nosso objectivo”, referiu na antevisão do jogo desta noite.
O treinador do Gil Vicente não espera, por isso, facilidades no Estádio Municipal de Braga, no entanto, admite que os seus jogadores podem tirar dividendos de algum possível desgaste dos jogadores do SC Braga na ‘ressaca’ da final-four da Taça da Liga, embora reconheça, por outro lado, que os bracarenses têm um plantel “de qualidade e extenso” e “já habituado” a jogos a cada três dias, fruto da participação na Liga Europa.
“Uma coisa é o Gil Vicente ter um jogo de intensidade alta, com 120 minutos como fez com o Viseu para a Taça de Portugal e, nem 72 horas depois jogar com o Marítimo. Outra coisa é o Braga jogar de três em três dias. Mas sim poderá existir aquele cansaço habitual”, analisou.
Quanto à gestão da equipa gilista, que depois deste dérbi vai defrontar o FC Porto, na próxima sexta-feira para a Taça de Portugal, Ricardo Soares diz só estar focado “jogo a jogo”.
Sobre o mercado de transferências de Inverno, o treinador do Gil Vicente admite chegada de mais reforços neste período, após entradas do guarda-redes Beunardeau e do médio Pedrinho (ex-Riga da Letónia) que ainda não pode jogar neste dérbi.
“A direcção sabe o que é preciso e tem feito um esforço. Ficarei feliz se vierem jogadores mas se não vierem, cá estamos para trabalhar. A equipa já é boa e dá garantias para lutar pelo objectivo definido, a manutenção”.

Deixa o teu comentário

Últimas Desporto

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho