Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Gil Vicente perde na deslocação a Alvalade
Vizela: aprovada candidatura da Ponte da Aliança

Gil Vicente perde na deslocação a Alvalade

Terras de Bouro promoveu sessão de apresentação de resultados do diagnóstico realizado no âmbito do Projecto 'Cávado + Igual'

Gil Vicente perde na deslocação a Alvalade

Desporto

2022-10-01 às 06h00

Fábio Moreira Fábio Moreira

O Gil Vicente perdeu por 3-1 na casa do Sporting. Ivo Vieira apresentou uma equipa com cinco defesas, mas a ideia do técnico não correu como esperado. Mudanças ao intervalo deram nova vida aos gilistas, que fizeram uma segunda parte mais digna.

Citação

Nova derrota para os gilistas. O Gil Vicente FC perdeu por 3-1 na sua deslocação ao reduto do Sporting CP, em jogo de abertura da 8.ª jornada da I Liga. Morita, Pedro Gonçalves e Rochinha apontaram os tentos da equipa da casa. Fran Navarro fixou o resultado final já para lá dos 90 minutos.
Os gilistas mostraram-se imponentes para impôr o seu jogo no Estádio José Alvalade e os leões de Rúben Amorim assumiram a contenda, causando uns primeiros 45 minutos que só se podem traduzir numa avalanche ofensiva leonina.
Logo aos 12 minutos gritou-se golo na casa verde e branca. Nuno Santos serviu Paulinho e o avançado ainda festejou o tento, mas o VAR interviu e anulou o golo dos leões por fora-de-jogo.
Porém, o Sporting não iria demorar muito mais a quebrar a linha defensiva dos gilistas. Nuno Santos, aos 16 minutos, disferiu um remate que se tornou cruzamento e o japonês Morita apareceu ao segundo poste para desviar para o fundo da baliza.

Os leões não tiraram o pé de acelerador e Nuno Santos, aos 18 minutos, voltou a ficar perto de festejar um novo tento.
Aos 22 minutos, confirmou-se aquilo que toda a gente já adivinha. Morita trabalhou bem na área gilista e assistiu, com grande estilo, Pedro Gonçalves para o segundo tento leonino.
Com dois golos de vantagem, os leões reduziram a velocidade, mas sem perderem o controlo da partida. Na recta final do primeiro tempo, mais três oportunidades surgiram, com os gilistas a darem sinal de vida pelo meio.
Primeiro, Trincão surgiu isolado na área e atirou para a defesa de Andrew. Na resposta, os barcelenses conseguiram levar algum trabalho a Adán, com Navarro a rematar para a defesa do seu compatriota. Ainda antes do final do primeiro tempo, nova oportunidade para a equipa da casa, com Andrew a defender a tentativa de Esgaio.

Já sem nada a perder, Ivo Vieira promoveu uma alteração ao intervalo, mudando o esquema táctico dos gilistas. O técnico retirou Tomás Araújo e lançou o médio Matheus Bueno, abandonando assim a linha de cinco homens na defesa para alinhar num 4x3x3.
Com esta alteração, os barcelenses ganharam um novo ritmo e começaram a olhar o leão nos olhos. Contudo, os lances de perigo tardavam em chegar e foi preciso esperar pela hora de jogo para se ver novas oportunidades de golo no José Alvalade.
Aos 60 minutos, Murilo conseguiu surgir isolado na cara de Adán, mas o guardião leonino saiu triunfante deste duelo.

Na resposta, o Sporting CP voltou a gritar golo. Trincão recebeu uma bola recuperada por Paulinho e atirou para o fundo das redes de Andrew. Porém, o golo viria a ser anulado pelo VAR.
Os gilistas, mais vivos neste segundo tempo, começaram a arriscar mais no último terço. Aos 69 minutos, Fran Navarro ficou muito perto do golo. Canto bem batido e Navarro obrigou Adán a uma defesa apertada.
Apesar do crescendo que os gilistas iam apresentando na segunda parte, a verdade é que foram os leões a chegar (outra vez) ao golo. Aos 83 minutos, Rochinha, que tinha acabado de saltar do banco de suplentes, matou as esperanças minhotas. Passe de Esgaio e excelente trabalho do antigo capitão vitoriano para fazer o terceiro tento leonino.
Já na recta final do encontro, o Gil Vicente voltou a carregar a baliza leonina na procura por um golo de honra. Juan Manuel Boselli, aos 87 minutos, ficou muito próximo desse tão ansiado golo, com o forte remate do extremo barcelense a esbarrar na trave da baliza de Adán.

Nos instantes finais da partida, o Gil Vicente FC acabou mesmo por conseguir reduzir a desvantagem no marcador. Aos 90+3 minutos, Fran Navarro ganhou espaço e conseguiu bater Adán para fixar o resultado final deste desafio em 3-1.
Com este resultado, o Gil Vicente FC segue na 10.ª posição com apenas nove pontos. Os gilistas correm o risco de cair três lugares na tabela classificativa da I Liga, mediante os resultados do GD Chaves, FC Arouca e Rio Ave FC. Por sua vez, o Sporting ascendeu à 7.ª posição, tendo agora 13 pontos.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho