Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Galos voltam a cantar quatro meses depois
Mostra itinerante revela projectos para ponte pedonal e ciclável sobre o rio Minho

Galos voltam a cantar quatro meses depois

Físicos da UMinho explicam como prender a luz no espaço de um átomo

Desporto

2018-03-05 às 06h00

Redacção

Barcelenses conquistaram a primeira vitória da era Pedro Ribeiro e acabaram com a série de 15 jornadas e mais de quatro meses sem vencer.

Após 15 jornadas e mais de quatro meses sem vencer, o Gil Vicente regressou aos triunfos na II Liga, ao vencer em casa o Leixões por 2-1, em jogo a contar para a 27.ª jornada.
Ricardinho colocou os barcelenses em vantagem logo aos nove minutos da partida, mas, aos 54, o ex-jogador dos gilistas, Luís Silva, estabeleceu a igualdade, antes de André Fontes dar ao Gil Vicente a primeira vitória da era Pedro Ribeiro no comando técnico e a primeira vitória também desde o dia 28 de Outubro, quando goleou o Benfica B, por 4-0.

Apesar do triunfo, os minhotos mantêm-se abaixo da zona de despromoção, na 19.ª e penúltima posição, enquanto o Leixões se atrasou na luta pela subida, caindo para o oitavo posto da tabela classificativa.
Num jogo intensamente disputado foram os visitantes quem entrou melhor e criou algumas dificuldades ao último reduto dos donos da casa, e, aos cinco minutos, Medarious conseguiu introduzir a bola na baliza gilista, mas o árbitro invalidou por uma falta ofensiva.
Volvidos quatro minutos, o Gil Vicente conseguiu adiantar-se no marcador, por intermédio de Ricardinho, que concluiu da melhor forma uma excelente jogada de Gaston Camara.
Os leixonenses conseguiram reagir à desvantagem, mas o equilíbrio foi-se afirmando como sendo a nota dominante até ao intervalo.

Na segunda parte os forasteiros apareceram dispostos a modificar o rumo do marcador e, aos 54 minutos, Luís Silva aproveitou bem a desconcentração da defensiva contrária para estabelecer a igualdade.
A formação barcelense sentia dificuldades e, aos 51 minutos, passou a jogar com menos uma unidade devido à expulsão de Ricardinho, por acumulação de cartões amarelos, o que tornou as coisas ainda mais complicadas para os homens orientados por Pedro Ribeiro.
Porém, aos 71 minutos, numa jogada rápida de contra-ataque, André Fontes recolocou o Gil Vicente na frente do marcador. Até ao final da partida o Leixões pressionou, na tentativa de evitar a derrota, mas o Gil Vicente defendeu com garra a preciosa vantagem.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.