Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Gabinete do MIT-Portugal vai ficar sediado na Universidade do Minho
Frota automóvel municipal de Viana do Castelo vai ser 100% eléctrica

Gabinete do MIT-Portugal vai ficar sediado na Universidade do Minho

Festa do Caldo do Pote anima Sabariz

Vale do Ave

2018-02-17 às 14h11

Miguel Viana

Ministro da Ciência e Ensino Superior, Manuel Heitor, considerou o programa MIT- Portugal como uma oportunidade de proporcionar a criação de mais empregos ligados à investigação.

A Universidade do Minho (UMinho), vai acolher, em breve, o Gabinete de Coordenação de Projecto do MIT-Portugal.
A novidade foi avançada ontem por Pedro Arezes, director do programa MIT-Portugal, durante o simpósio MIT e Portugal nos Desafios do Planeta e da Sociedade, que decorreu no pólo de Guimarães da UMinho.
Esta terceira fase tràs uma novidade que reforça o papel da Universidade do Minho, que é o facto do Gabinete de Coordenação ficar instalado na Universidade do Minho. Isto é um sinal muito claro de que o Minho foi reconhecido como tendo um papel relevante. É uma questão de reconhecimento do papel relevante da UMinho, destacou o director nacional do programa MIT-Portugal.
O encontro assinalou a entrada em vigor da terceira fase do Programa MIT-Portugal, mais voltada para as necessidades das empresas. Estes 10 anos que passaram (da ligação de Portugal ao MIT - Massachussets Institute of Technology, nos Estados Unidos da América), permitiram perceber o que era crucial ao país, e que os parceiros americanos conhecessem melhor Portugal e as suas necessidades específicas, e com isso o desenho da nova fase será mais orientado para aspectos que consideramos fundamentais e para àreas cruciais para Portugal, afirmou Pedro Arezes.
O director nacional do MIT-Portugal mostrou-se ainda satisfeito com o elevado número que aderiram aos programas doutorais,
O reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, destacou a importância do programa para a formação ministrada pela UMinho.
A avaliação feita é francamente positiva. Trouxe para estudantes nossos a possibilidade de desenvolverem parte da sua formação num ambiente exigente, a possibilidade de mobilidade de professores nossos para o MIT. Isso traduziu-se num conjunto de mais-valias que deram azo ao aparecimento de iniciativas de ordem empresarial, salientou Rui Vieira de Castro.
O responsável máximo da UMinho destacou ainda o acolhimento do Gabinete de Coordenação. Para nós é motivo de satisfação, porque é o reconhecimento do trabalho dos professores da Universidade do Minho e que tornaram óbvio que a solução para a coordenação deste programa fosse atribuída ao professor Pedro Arezes (professor da UMinho), friou Rui Vieira de Castro.
O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, que presidiu à sessão de encerramento do seminário, declarou que a terceira fase do programa MIT-Portugal aposta, essencialmente, no reforço do emprego científico, juntamente com medidas claras de co-recrutamento com as maiores universidades americanas, de forma que possamos atrair mais investigadores para Portugal e estimular mais emprego científico em Portugal.
O governante declarou ainda o objectivo de ser criada uma agenda atlântica, em partilha com as grandes universidades americanas e associada à criação do Centro Internacional de Investigação do Atlântico.
Manuel Heitor esclareceu ainda que o investimento global para as várias parcerias a aplicar nos próximos cinco anos, é de 64 milhões de euros, ao qual se soma um investimento semelhante a nível nacional, e depois o investimento adicional das empresas, na criação de emprego qualificado em Portugal e no investimento em actividades em investigação dentro das empresas.
O encontro contou com a presença de especialistas em várias áreas, entre eles, Dava Newman, antiga vice-presidente da agência espacial norte-americana, a NASA.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.