Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Futebol Popular de Barcelos integrado na “família” FPF
Autarcas querem eurorregião na agenda dos governos nacionais

Futebol Popular de Barcelos integrado na “família” FPF

Freguesia de Gualtar exige um posto dos CTT

Futebol Popular de Barcelos integrado na “família” FPF

Desporto

2016-10-07 às 16h06

Paulo Machado Paulo Machado

Os campeonatos organizados pela Associação de Futebol Popular de Barcelos passam a ser homologados pela Federação Portuguesa de Futebol, ao abrigo do protocolo assinado ontem entre as duas instituições e ainda a Câmara Municipal de Barcelos e Associação de Futebol de Braga.

Os campeonatos organizados pela Associação de Futebol Popular de Barcelos passam a ser homologados pela Federação Portuguesa de Futebol, ao abrigo do protocolo assinado ontem entre as duas instituições e ainda a Câmara Municipal de Barcelos e Associação de Futebol de Braga.

Este é mais um passo assumido pela entidade que tutela o futebol nacional, ao abrigo do decreto-lei que define os direitos exclusivos das federações com utilidade pública relativamente às suas actividades desportivas. O acordo foi estabelecido na base de “uma grande serenidade” conforme vincou o presidente da Câmara Municipal de Barcelos. Miguel Costa Gomes enalteceu a forma “cordial” como decorreu a reunião, apontando o factor “inclusão” e com “importância redobrada” perante o futebol popular que “muitas vezes chegou a ser encarado como o parente pobre”, salientou o autarca. Todavia Miguel Costa Gomes vincou a cortina que caiu sobre a modalidade, salientando a importância do futebol popular no concelho. “A partir de agora há exigências que importam cumprir como a realização de exames médicos e seguros para todos os atletas. No fundo, não é nada a mais do que estava a ser feito, mas o Município passa isso para o documento, na medida em que sempre olhamos para o futebol popular com carinho e passa a ser cada vez mais exigente no cumprimento das regras”, apontou o presidente da Câmara Municipal de Barcelos.

Para o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, este procotolo tem como um objectivo maior de ao nível da “segurança” e “saúde” dos atletas. “Este é um trabalho de inclusão no desenvolvimento do futebol de recriação e lazer. Queremos cuidar e proteger todos os praticantes com seguros desportivos e verificar a apitadão física para a prática da actividade desportiva”. Portanto, esta é a única obrigação que passa a ser assumida pela Associação de Futebol Popular de Barcelos no seguimento do protocolo assumido ontem. Este é o segundo acordo público apresentado pela Federação no distrito de Braga, depois do primeiro em Fafe. A Associação de Futebol de Braga assume o papel de intermediário neste processo, sendo em que está em cima da mesa as conversações com outros municípios, seguindo a mesma estratégia em Vila Nova de Famalicão onde predominam os campeonatos de futebol concelhio.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.