Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Frei Caetano Brandão regista a maior subida de alunos dos últimos cinco anos
Guerreiros preparam estreia na pedreira

Frei Caetano Brandão regista a maior subida de alunos dos últimos cinco anos

Trabalhadores do Hospital de Braga lutam pelas 35 horas semanais

Frei Caetano Brandão regista a maior subida de alunos dos últimos cinco anos

Ensino

2020-08-04 às 07h00

Paula Maia Paula Maia

Oferta educativa inovadora, onde se destaca o projecto ‘Content Language Integrated Learning’, onde 25% dos conteúdos de várias disciplinas são ministradas em Inglês, e o ensino articulado da música e dança, são as razões para a cativação dos alunos.

Pela primeira vez em cinco anos a EB 2,3 Frei Caetano Brandão, pertencente ao Agrupamento de Maximinos, regista um aumento do número de novos alunos que vão ingressar no 5.º ano de escolaridade, ou seja, no início do segundo ciclo.
O motivo parece ser a aposta numa oferta inovadora, onde se destaca o CLIL - Content Language Integrated Learning - em que 25% dos conteúdos de vários disciplinas são ministrados em Inglês. “Vamos abrir este ano duas turmas nesta metodologia no 5.º ano. Já temos também uma turma do 6.º ano também, passando a ser três turmas nesta modalidade”, avança ao CM Paulo Jorge Antunes, director do Agrupamento de Escolas de Maximinos.
Além do CLIL, a escola disponibiliza também o ensino articulado da dança e da música.
“Das sete turmas do 5.º ano que vamos ter no próximo ano lectivo uma será de dança, outra de música e duas de CLIL”, continua o dirigente escolar, dando conta que a aposta num currículo diversificado parece estar a dar os seus frutos. “Os pais gostam de uma oferta educativa diferente”, diz.
Paulo Jorge Antunes refere que há claramente uma inversão da tendência da diminuição do números de alunos nesta escola, cujo auge parece ter sido atingido em 2014/2015 em que a escola teve oito turmas no 5º ano. “O que interessa neste contexto demográfico é não perder alunos”, refere ainda o director, garantindo que o número de alunos no 1.º Ciclo vai manter-se. “Estávamos à espera de diminuir uma turma, mas acabamos por manter o número do ano anterior, 22 no total”.
Também ao nível do ensino secundário o número de alunos mantém-se estável.
No total o agrupamento deve manter-se, no próximo ano lectivo, nos 1400 alunos distribuídos pelos vários níveis de ensino.
O aumento do número de alunos na Frei Caetano Brandão vem reforçar a pretensão da direcção do agrupamento de Maximinos na requalificação da escola. A retirada do amianto po- derá ser somente o primeiro passo.
As escolas do agrupamento estão já a preparem-se para o arranque do ano lectivo (caixa) onde está salvaguarda a segurança e o apoio os alunos que mais necessitam, já que estamos a falar no agrupamento TEIP - Território Educativos de Intervenção Prioritária.
As refeições, por exemplo, serão asseguradas, mesmo num modelo em que os alunos terão aulas num único período.
A tutela já forneceu a verba necessária também para a aquisição de equipamentos de protecção individual.
As obras na escola secundária decorrem também ao ritmo previsto.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho