Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Frederico Venâncio: “Sporting beneficiou mais desta paragem do que nós”
Universidade Sénior de Monção: ano mais curto, mas pleno de recordações

Frederico Venâncio: “Sporting beneficiou mais desta paragem do que nós”

Mais 350 infectados e 14 óbitos no país

Frederico Venâncio: “Sporting beneficiou mais desta paragem do que nós”

Desporto

2020-05-22 às 06h00

Ricardo Anselmo Ricardo Anselmo

Frederico Venâncio considera que o primeiro adversário do Vitória SC após o regresso teve tempo para adquirir as ideias de Rúben Amorim. Central vê como positivo poder jogar no D. Afonso Henriques.

Numa vídeo-conferência com os jornalistas, o defesa-central do Vitória SC, Frederico Venâncio, de 27 anos, considerou que o próximo adversário dos vimaranenses na I Liga, o Sporting, beneficiou mais desta paragem uma vez que, dessa forma, os jogadores tiveram tempo para adquirirem as ideias de Rúben Amorim. Ainda assim , o jogador também não escondeu que os ‘conquistadores’ puderam aproveitar este período para recuperar os atletas lesionados, tendo agora Ivo Vieira todo o plantel à disposição para o desafio com os leões. O central mostrou-se ainda satisfeito por poder receber a equipa lisboeta no seu próprio estádio.

“Ficámos satisfeitos por podermos jogar no nosso estádio. Também gostávamos de ter o ambiente que envolvia os jogos em casa. Poderá ser um bocado estranho ao início, principalmente no primeiro jogo. Mas jogar no nosso estádio é já um ponto a favor”, considerou, prevendo, ainda assim, as dificuldades na retoma do futebol, com o risco de lesões frutos “dos estímulos diferentes aos músculos, principalmente os das pernas”. Ainda assim, Venâncio considera que o departamento médico do clube vãi baixar esse risco para o “mínimo possível”.

Questionado sobre os riscos do regresso à competição, Venâncio relativizou.
“O receio não houve, porque o clube tomou todas as medidas de segurança para com este vírus. Dentro do campo, estamos tão focados em aproveitar o momento para trabalhar e para estarmos todos juntos, que até nos esquecemos do que se passa à nossa volta. emos a intenção de voltar à normalidade a que estávamos habituados, mas não o podemos fazer devido à segurança de todos”, concluiu.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho