Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Formação como parceira da competitividade do território
Fest’Arte encerra com casa cheia em Palmeira

Formação como parceira da competitividade do território

Rusgas e marchas levam multidões a Vila Verde

Formação como parceira da competitividade  do território

Vale do Ave

2024-05-20 às 06h00

Redacção Redacção

O Município de Famalicão, entidades formadoras e empresas do concelho celebraram um Pacto para as Competências Digitais.

Citação

O Município de Famalicão uniu-se a 26 instituições e empresas do concelho para a implementação de acções de formação para dotar o território de mais competências digitais.
A iniciativa tem como objectivo promover a (re)qualificação de competências digitais entre os residentes e/ou activos empregados e desempregados no Município de Famalicão, capacitando-os para os desafios do mercado de trabalho actual e futuro, fomentar a integração das tecnologias digitais nas empresas locais, através da formação e actualização dos seus colaboradores assim como, estimular a criação de um ecossistema digital dinâmico e inovador no Município de Famalicão, impulsionando o desenvolvimento económico e social.

O programa visa a implementação de acções de capacitação e formação sobre competências digitais, desde as mais básicas e de formação inicial até ao desenvolvimento de acções que promovam novos conhecimentos sobre a inteligência artificial, promovendo a qualificação de competências digitais entre a população, capacitando-a para os desafios do mercado de trabalho e para a integração das tecnologias digitais nas empresas.
Objectivamente o município vai disponibilizar uma equipa de colaboradores para que junto das empresas possa definir as necessidades de formação, adequar a oferta formativa e promover acções qualificantes conformes essas necessidades, requalificando recursos humanos internos ou promovendo acções para competências em áreas que necessitem contratar.
No universo empresarial não há dúvidas sobre “a importância da formação nestas áreas para o futuro, tendo como exemplo os desafios da inteligência artificial e a forma como vamos aplicar a ferramenta no dia-a-dia das empresas” aponta Vítor Freitas, administrador da Leica.

Neste contexto, o Pacto para as Competências Digitais, elaborado pela autarquia em parceria com o IEFP, o CESAE Digital, a ACIF, o IPCA, a CESPU, o CITEVE e quase duas dezenas de empresas do concelho, será um programa que resulta de uma auscultação prévia das necessidades das empresas.
Mário Passos salientou que a iniciativa “é o cumprir das políticas municipais de promoção da qualificação e aprendizagem ao longo da vida, criando oportunidades de qualificação para impulsionar a competitividade, a produtividade e o talento impulsionando o desenvolvimento económico e social”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho