Correio do Minho

Braga,

Festival Visão’25 entrou na recta final
Turismo é o grande motor da reabilitação urbana

Festival Visão’25 entrou na recta final

Guimarães presente no “think tank” do PACTE

Vale do Ave

2018-10-23 às 09h12

Redacção

Bio Capital, inovação social, internacionalização, património e reabilitação marcam última semana de eventos do Festival Famalicão Visão’25.

O Festival Famalicão Visão’25 entrou na última semana, que decorre sob o tema Comunidade de Futuro. Foram mais de 30 dias de actividades e iniciativas que mobilizaram e envolveram os famalicenses no debate e reflexão sobre as prioridades estratégicas para o concelho nos próximos anos. Na recta final do evento destacam-se três grandes iniciativas que marcam a actualidade.
Esta terça-feira, a partir das 9 horas, no auditório da Fagricoop – Cooperativa Agrícola dos Produtores de Leite de Vila Nova de Famalicão realiza-se o II Fórum Bio Capital com os objectivos de capacitar parceiros e fomentar o aparecimento de novos negócios no sector agrícola e agro-alimentar, reflectindo sobre as políticas públicas e os desafios colocados à produção biológica e analisando dinâmicas e tendências de consumo e comercialização de produtos.

Amanhã, pelas 10 horas, no Centro de Estudos Camilianos, em S. Miguel de Seide decorre o II Fórum de Inovação Social, com uma reflexão sobre os novos desafios das organizações sociais, configurando-se perspectivas à inovação e explorando-se novos caminhos e possibilidades de apoios às instituições. A iniciativa conta com a apresentação, análise e debate sobre práticas de inovação social existentes em Famalicão, face às políticas públicas e incentivos actualmente existentes.

Na sexta-feira, dia 26, realiza-se também no Centro de Estudos Camilianos, a partir das 9 horas, o colóquio ‘A linha do Tempo e o Tempo de Reabilitar’, reunindo um conjunto diversificado de especialistas nacionais nas áreas da arquitectura e do património. Pretende-se no fundo, promover uma reflexão sobre a evolução da arquictetura tradicional até à contemporânea e as actuais dinâmicas de reabilitação segundo os contextos dominantes no território famalicense (rural, urbano, industrial). Na sessão será entregue o Prémio de Reabilitação Januário Godinho e inaugurada a exposição ‘A Linha do Tempo’.

Entretanto, na quinta-feira, pelas 18 horas, decorre na Casa das Artes a iniciativa International Day, com o encerramento do dia de boas-vindas aos estudantes estrangeiros em Famalicão e do dia de acolhimento das comitivas de Arteixo, Galiza, e de Liverpool, Reino Unido. A sessão ficará marcada pela formalização do Manifesto VNF.Alliance, que reúne um primeiro grupo de subscritores comprometidos com a estratégia de diplomacia para a internacionalização do concelho.
Sob o tema Comunidade de Futuro, o Festival Famalicão Visão’25 realiza-se até 27 de Outubro, com a colaboração de mais de 60 entidades e a promoção de cerca de 25 acções diversificadas e descentralizadas, que envolvem directamente muitas centenas de pessoas.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.