Correio do Minho

Braga, sexta-feira

Festival de Verão de Famalicão cativa com 'heavy metal' e 'hard rock'
Cidade têxtil ganha projecção internacional

Festival de Verão de Famalicão cativa com 'heavy metal' e 'hard rock'

Guimarães atribui maior subsídio de sempre às Instituições Culturais e Recreativas

Vale do Ave

2018-05-22 às 06h00

Marta Amaral Caldeira

O Laurus Nobilis Music - Festival de Verão de Vila Nova de Famalicão - especializa-se nesta quarta edição, propondo nomes sonantes do rock alternativo e dando a conhecer também bandas emergentes

De 26 a 28 de Julho todos os caminhos vão dar a Vila Nova de Famalicão, mais especificamente à freguesia de Louro, para mais um Festival Laurus Nobilis Music. O evento, apadrinhado pelo locutor António Freitas, vai já na quarta edição e espera milhares de amantes do heavy metal e do rock alternativo, propondo um cartaz com bandas de renome nacional e internacional, mas com espaço para as bandas menos conhecidas.
O festival de música de Verão de Vila Nova de Famalicão que, mais uma vez, conta com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, que nesta edição até aumentou para 40 mil euros o subsídio atribuído ao evento, promete ser um espaço aberto para todos os famalicenses e visitantes, com três palcos diferenciados, dos quais apenas o da Porminho onde acrtuarão os nomes mais sonantes é que será pago para ver.
O local do festival é propício para o campismo e caravanismo, sdendo que dentro do próprio evento haverá também uma praça de restauração , além de uma feira para venda de artigos alusivos ao evento, mas onde será possível, por exemplo, encontrar o velhinho vinil.

José Aguiar, presidente da Associação Ecos Culturais do Minho a entidade organizadora do evento, orçado bem acima dos 150 mil euros, referiu, ontem, na apresentação do evento, que o festival vai crescendo de forma natural, antes com uma oferta mais diversificada, mas que nesta edição se especializou no heavy metal e no rock alternativo.
Vai ser um festival pujante, garantiu o responsável, indicando quem, para já, a venda de bilhetes está a correr bem. Sentimo-nos realizados pois o nosso objectivo foi sempre termos um festival de Verão em Famalicão, disse, agradecendo o apoio do município famalicense e de todos os parceiros que se juntaram para fazer desta uma grande festa de música.
O vereador da Cultura da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão indicou que este festival vai de encontro que a câmara está, neste momento, a procurar implementar no sentido da descentralização cultural. Aliás, Leonel Rocha apontou que já a partir do terceiro trimestre serão vários os eventos e iniciativas culturais promovidas pela autarquia um pouco por todo o concelho, levando mais longe toda a sua programação cultural e muito além do palco da Casa das Artes.

Entendemos que uma programação descentralizada é importante porque permite a programação cultural local percorrendo as várias freguesias do concelho, mas esta é também uma forma de formar novas públicos, afirmou o responsável autárquico.
Para a Câmara Municipal de Famalicão, o Laurus Nobilis é um festival diferenciador, além de que, enquadrando-se no Norte de Portugal e Galiza, cumpre também o objectivo de o tornar um evento com cariz internacional. Já cativa a parceria de marcas publicitárias da Galiza o que é muito importante para a coesão territorial com o Norte de Portugal, cuja relação se estreita cada vez mais.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.