Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Festival de Palhaços: Fim-de-semana cheio de alegria
Santa Cruz Café é o espaço de eleição para muitos bracarenses e turistas

Festival de Palhaços: Fim-de-semana cheio de alegria

Famalicão: Têxteis técnicos já valem 124 milhões de exportações

Braga

2011-02-08 às 06h00

Redacção

O Parque de Exposições de Braga recebeu, no passado domingo, o Festival de Palhaços. Mil espectadores não perderam a oportunidade de dar umas boas gargalhadas, durante um espectáculo inédito no país.

O grande auditório do Centro Cultural e de Congressos - Parque de Exposições de Braga (PEB) encheu completamente, no passado domingo, para assistir ao Gargalhada Festival de Palhaços. “Tratou-se de mais uma actividade bem sucedida numa organização conjunta da produtora ‘Cortina de Veludo’ e do PEB”, assegurou fonte do PEB.

Depois de na sexta-feira passada ter recebido um espectáculo de Dança Chinesa, o PEB voltou a abrir as portas para mais um grande espectáculo, com muita adesão por parte do público.
Os palhaços não são personagens, são pessoas. A filosofia deste espectáculo era simples: “quanto mais me divirto, mais se divertem os outros”. Os palhaços convidados subiram ao palco para animar todos aqueles que se sentiram tentados a dar uma boa gargalhada. O palhaço Salsicha, o palhaço Grilo, os palhaços da Família Alegria e da Família Boglione fizeram as honras da casa e ‘arrancaram’ muita gargalhada.

Esta iniciativa foi completamente inédita no país e o auditório do Centro Cultural e de Congressos de Braga foi o local escolhido pela empresa para a realização deste evento.
Jorge Miguel Corais, administrador do PEB, avalia este festival “como mais uma iniciativa bem sucedida e que vem preencher o calendário cultural do PEB e que reforça a relação de parceria entre o PEB e a ‘Cortina de Veludo’, num projecto que pode dar resultados muito interessantes no futuro,” explicou. “A ‘Cortina de Veludo’ está de parabéns pela produção deste festival”, conclui aquele responsável.

Mil espectadores invadiram o PEB

Com seis palhaços convidados de quatro circos diferentes e mais de mil espectadores, o Festival de Palhaços, que decorreu no domingo à tarde no PEB, foi “um verdadeiro sucesso”.
Nuno Lima, director da ‘Cortina de Veludo’, fez uma apreciação bastante positiva do festival: “superou as expectativas que havia para a primeira edição. O auditório é fantástico quer para os actores, quer para o público”.

O objectivo da organização passa por fazer crescer o certame e “permitir que daqui a poucos anos seja o maior festival de Portugal, com grande visibilidade a nível europeu“, constatou, ainda, o responsável pela produtora ‘Cortina de Veludo’.
Também o actor Paulo Torral, que interpretou o Palhaço Grilo, referiu o sucesso do festival. ”O Auditório tem umas condições fantásticas e é muito agradável actuar nestas condições, com um público tão numeroso”, contou.

A ‘Cortina de Veludo’ nasceu em Janeiro de 2008 com o intuito de impulsionar e realizar produções de carácter multidisciplinar e servir de plataforma para a divulgação de diferentes propostas artísticas. Os responsáveis por aquela empresa acreditam nos projectos culturais, na diversidade dos públicos e na necessidade de divulgar.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.