Correio do Minho

Braga,

- +
Fermentum eleita start-up agroindustrial do ano
Rede transatlântica de áreas protegidas marinhas reuniu em Viana do Castelo

Fermentum eleita start-up agroindustrial do ano

Stretto 57 serve sabores da Toscana no centro histórico

Fermentum eleita start-up agroindustrial do ano

Braga

2014-01-02 às 19h13

Redacção Redacção

A Fermentum, da Universidade do Minho, venceu o prémio de start-up do ano no setor agroindustrial. O galardão foi entregue recentemente pela ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, na cerimónia do Prémio Agricultura 2013, que decorreu em Lisboa. A empresa é conhecida por produzir a cerveja artesanal “Letra” e é liderada por Francisco Pereira e Filipe Macieira, investigadores de doutoramento em Engenharia Biológica na UMinho.

A Fermentum, da Universidade do Minho, venceu o prémio de start-up do ano no setor agroindustrial. O galardão foi entregue recentemente pela ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, na cerimónia do Prémio Agricultura 2013, que decorreu em Lisboa. A empresa é conhecida por produzir a cerveja artesanal “Letra” e é liderada por Francisco Pereira e Filipe Macieira, investigadores de doutoramento em Engenharia Biológica na UMinho.
 
Ambos idealizaram o projeto em 2008, na sequência do mestrado naquela área e da participação em projetos no ramo cervejeiro. Materializaram o plano de negócios no laboratório IdeaLab/TecMinho, começaram a produzir à escala na UMinho e tiveram ainda apoio do ON.2/QREN para criar uma fábrica em Vila Verde, estudar novas receitas e testar variedades de matéria-prima, como o lúpulo ou maltes, de forma a desenvolver cervejas distintas e com boa aceitação. A empresa tem agora dois anos e várias “letras” à venda: A (weiss-trigo), B (pilsner-loira), C (stout-preta) e D (red ale-ruíva), mas a meta é alargar o alfabeto com edições especiais e mais intensas. A cerveja artesanal é um mercado emergente em diversos países.
 
O Prémio Agricultura 2013, na sua segunda edição, visa promover, incentivar e distinguir casos de sucesso nos setores agrícola, florestal e agroindustrial. É uma iniciativa do BPI, Correio da Manhã e Jornal de Negócios, com o patrocínio do Governo e o apoio da PwC. O júri foi composto por António Serrano, Armando Sevinate Pinto (ambos ex-ministros da Agricultura), Amândio Santos (presidente da Portugal Foods), João Machado (presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal), Ricardo Brito Paes (presidente da Associação dos Jovens Agricultores de Portugal), entre outros.

*** Nota da Uminho ***

Deixa o teu comentário

Últimas Braga

15 Setembro 2019

Braga promove-se na Suíça

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.