Correio do Minho

Braga,

Feira semanal à francesa aproveita Agosto antes do rebuliço das obras
Programa IACOBUS alarga-se a investigadores

Feira semanal à francesa aproveita Agosto antes do rebuliço das obras

Prémio da lotaria americana bate recorde mundial ao atingir os 1,4 mil milhões de euros

Braga

2018-08-15 às 12h00

José Paulo Silva

EMIGRANTES enchem a feira semanal de Braga durante o mês de Agosto. Muitos comerciantes aproveitam estes clientes sazonais para recuperar de meses difíceis num espaço provisório que vai beneficiar de obras para se tornar definitivo.

conomia
| José Paulo Silva |

A camisola da Juventus, estampadas com o nome de Cristiano Ronaldo, é porventura dos artigos mais vendidos na feira semanal de Braga, este mês de Agosto uma vez mais local de compras e de passeio para muitos emigrantes em gozo de férias. Ontem, o bom tempo ajudou à enchente da feira por milhares de pessoas, grande parte delas com sotaque francês.
Vestuário para o dia-a-dia e outro desportivo com os símbolos nacionais e as referências ao nosso herói futebolista competem com os fumeiros entre as “coisas portuguesas para levar” que muitos adquirem na ‘foire’ de Braga.
Fernando Gil, emigrante já nascido em França, visita várias vezes ao ano a feira semanal. Ontem, acompanhado da esposa, Elvire, veio comprar “vestuário para os filhos, que aqui é muito mais barato do que em França”. Também costuma levar “atoalhados e outros produtos do dia-a-dia” das bancas instaladas no sopé do Monte Picoto, no troço de estrada entre a Rotunda do Parque da Ponte e a nova Rotunda do Picoto e na Alameda do Estádio 1º de Maio.
Fernando não gosta tanto da nova localização como do recinto exterior do Parque de Exposições de Braga, onde a feira se realizou nas últimas décadas, sobretudo pelas dificuldades de estacionamento agora sentidas.
Enquanto aguardam por obras de requalificação do sopé do Picoto para a feira semanal (ver caixa), afastada que está, definitivamente, a hipótese de regresso ao recinto do agora designado Forum Braga, os feirantes vão lamentando os transtornos vividos no último ano e meio com a mudança para um local que era dado como provisório.
Manuel João faz feira com fumeiros, queijos e outros produtos. Para ele, “Agosto é sempre um mês melhor”, porque se vende mais aos emigrantes que “procuram muito este tipo de produto”.
Este feirante antecipa já os problemas que terá nos próximos meses. Para além da quebra de vendas, o “estado do terreno” onde tem instalada a sua tenda deixa-o apreensivo.
“A parte alimentar devia estar num local com melhores condições”, não em piso térreo com pó ou lama.
Propõe, por isso, que as obras que aí vêm contemplem “um sector específico para os produtos alimentares”.
Hoje Manuel está na feira de Amares e terça-feira próxima voltará a Braga, porque “como o Inverno foi fraco, o mês de Agosto é para recuperar”.
Os clientes também se queixam das actuais condições de acesso e de circulação na feira semanal.
Lucinda Gonçalves, habitual compradora de artigos de retrosaria, frequentava este mercado de rua com regularidade semanal. Com a mudança acabou por vir menos vezes.
“Eu ainda vou até à rotunda do Picoto, mas uma pessoa de mais idade já não consegue”, adverte esta bracarense.
Acompanhada de vários familiares, Lucinda já tem saudades da feira no Parque de Exposições de Braga, mas aguarda também ela que as prometidas obras de requalificação dos terrenos do Picoto acabem com o pó que ontem incomodou comerciantes e clientes. E com a chuva que virá nos próximos meses.
Vítor Azevedo veio ontem à feira em gozo de férias, mas frequenta-a com regularidade durante o ano, considerando que “há espaços melhores e mais acessíveis”. Alega que além das tendas cortarem actualmente uma via rodoviária “importante”, torna-se “desconfortável circular”.
“O Forum Braga tem espaço para tudo e mais alguma coisa, não sei porque não fazem lá a feira”, propõe este bracarense, num momento em que essa possibilidade foi já afastada pela Câmara Municipal.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.