Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Feira Franca de Amares reforçada após a pandemia
Festa do Emigrante promove reencontro de courenses

Feira Franca de Amares reforçada após a pandemia

Primeiro Dia da Freguesia de Adaúfe que tem 764 anos de História

Feira Franca de Amares reforçada após a pandemia

Cávado

2022-05-21 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Produtos locais estão até domingo na Feira Franca de Amares, que regressa também com um programa de animação eclético e para todas as idades.

Citação

Após um interregno de dois anos por causa da pandemia, a Feira Franca de Amares abriu ontem à tarde ao som dos tambores do grupo de percussão da Associação Valoriza. O evento organizado pela União de Freguesias de Amares e Figueiredo, com o apoio do Município de Amares, conta este ano com duas dezenas de stands de artesanato e de produtos locais, apresentando como novidade uma pequena mostra de produtores de vinho do concelho.
Na abertura da Feira Franca, que decorre até ao próximo domingo, centrada no Largo D.?Gualdim Pais, o presidente da Câmara Municcipal de Amares, Manuel Moreira, manifestou a certeza de que a mesma “vai ser um êxito”, já que“as pessoas estão ansiosas para saírem de casa, depois de dois anos de pandemia”.
O edil realçou o programa de animação da Feira Franca “que abarca todas as idades”.
O presidente da União de Freguesias de Amares e Figueiredo, Paulo Brito, relevou como motivos de interesse da Feira Franca de Amares as corridas de galgos, e de cavalos e, na noite de hoje, os espectáculos musicais com Daniel Fernandes e Zé Amaro, para além de um festival folclórico e cantares ao desafio na tarde de domingo.
Um cartaz que, segundo o autarca de Amares e Figueiredo, atrairá “muita gente, no fim-de-semana a Amares”.
A vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Amares, Cidália Abreu destaca que a Feira Franca é o primeiro grande evento concelhio depois da pandemia, pelo que “marca a retoma de vida com alguma alegria e normalidade”.
“Venham a Amares, provem os nossos vinhos verdes e a nossa gastronomia e apreciem um programa para todas as faixas etárias”, apelou a vereadora, valorizando um “programa muito rico e diversificado” e “barraquinhas ilustrativas dos nossos produtos locais”.
Acrescentou que a Feira Fran-ca contribui para “manter a identidade cultural do nosso território e património, promovendo os produtos da nossa terra”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho