Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Feira da Ladra permitiu retorno económico de 500 mil euros
Um referência no panorama do futebol nacional

Feira da Ladra permitiu retorno económico de 500 mil euros

Paredes de Coura: Clientes domésticos ligados à rede de distribuição de gás

Feira da Ladra permitiu retorno económico de 500 mil euros

Vale do Ave

2022-10-04 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Milhares de pessoas, essencialmente turistas, rumaram, entre sexta-feira e ontem, a Vieira do Minho para participarem nas várias actividades da edição deste ano da Feira da Ladra.

Citação

Chegou ontem ao fim a edição deste ano da Feira da Ladra. O evento juntou milhares de pessoas, sendo que marcaram presença cerca de oito mil pessoas nas chegas de bois. Um número que deixou satisfeito o presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso.
“Foi uma das melhores feiras da Ladra de sempre, em termos de afluência de público. Tivemos milhares de pessoas aqui em Vieira do Minho. Satisfaz imenso ver que o esforço que a autarquia tem vindo a fazer, com todos os vieirenses, produtores e criadores, permite dar a conhecer as tradições e os costumes”, disse António Cardoso.

O autarca vieirense realçou que o concelho tem-se destacado muito “pela positiva” no turismo e eventos como a Feira da Ladra, “também servem para divulgar e promover o nosso turismo”.
O retorno imediato económico foi na ordem dos 150 mil euros, mas a curto prazo pode chegar aos 500 mil euros. “Esta Feira da Ladra, num retorno imediato, trouxe um volume de negócio superior a 150 mil euros, mas sabemos que ao longo do ano, com o conhecimento dos nossos produtos locais, da nossa gastronomia, das casas de turismo, esse retorno ultrapassará o meio milhão de euros”, afirmou António Cardoso,

O programa, que se iniciou na passada sexta-feira, tinha muitos pontos de interesse, mas o edil de Vieira do Minho destacou a participação popular nas tradicionais chegas de bois. “Fiquei muito satisfeito com as chegas de bois. Posso dizer que ontem (domingo) esteve muito mais gente aqui nas chegas de bois no Parque dos Moinhos, do que na Praça para ouvir o grupo ‘Resistência’. Estas chegas de bois são muito acarinhadas e transversais a todas as idades. É uma tradição aqui em Vieira do Minho”, apontou António Cardoso.
As chegas de bois terão sido presenciadas, no domingo, por mais de oito mil pessoas, sendo que ontem foram milhares as pessoas que também vibraram com as seis chegas de bois.
O último dia da Feira da Ladra contou ainda com uma exposição e concursos pecuários, a actuação do Rancho Folclórico ‘Os Ceifeiros de Cantelães’, uma corrida de cavalos a passo travado, cantadores ao desafio e tocadores de concertinas.
A última noite foi animada pela dupla musical João Neto e Leonardo, que antecedeu a sessão de fogo de artíficio de encerramento.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho