Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Famalicão: João Pedro Sousa de regresso para “ser novamente feliz”
Politécnico de Viana do Castelo lança campanha de crowdfunding

Famalicão: João Pedro Sousa de regresso para “ser novamente feliz”

Mercatto Low Cost brindou mais um cliente com um carrinho cheio

Famalicão: João Pedro Sousa de regresso  para “ser novamente feliz”

Desporto

2022-09-23 às 06h00

Ricardo Anselmo Ricardo Anselmo

Técnico de 51 anos, que esteve na fantástica campanha de 2019/20, volta ao clube para substituir Rui Pedro Silva, que deixou a equipa no 16.º lugar. “Sempre me identifiquei com o clube, as suas pessoas, a cidade e o projecto”, garantiu o treinador.

Citação

Já é conhecido o homem responsável por tirar o Famalicão da parte indesejável da tabela. Três meses depois de deixar os sauditas do Al-Raed, João Pedro Sousa aceitou regressar a uma casa onde foi feliz e que tinha deixada há cerca de um ano e meio.
“Conheço perfeitamente o plantel e estou totalmente identificado com o seu valor. Gosto sempre de passar nos sítios onde sou feliz e as pessoas gostam de mim. A minha saída deste clube aconteceu porque é futebol. Quando aqui cheguei, ninguém me conhecia nem tinha ouvido falar de mim. O desafio foi lançado pelo Miguel Ribeiro e agora voltou a acontecer de uma maneira normal”, observou o técnico de 51 anos, que assume ser motivante para si próprio treinar um clube como o Famalicão.
“Foi extremamente fácil [aceitar o convite]. Sempre me identifiquei com o clube, as suas pessoas, a cidade e o projecto, que nunca foi alterado. Continuam reunidas as condições para trabalhar no Famalicão. Voltei com a mesma naturalidade com que saí e encontrei ainda mais pessoas competentes neste grupo de trabalho e com a mesma ambição para fazer crescer o clube”, notou João Pedro Sousa, que assinou por um ano e meio e que já orientou ontem o primeiro treino, juntamente com os adjuntos Carlos Pacheco, Manuel Santos, Paulo Silva, Vítor Alcino e Ricardo Silva.
“Tínhamos algumas opções em carteira, porque o Famalicão é um clube apetecível e os treinadores acreditam que podem ser felizes aqui. A escolha recaiu sobre o João Pedro Sousa pelo jogo e por ser alguém que conhece bem esta casa. A sua qualidade faz-nos crer que, com os atletas que temos, vamos recuperar o nosso jogo. Isso motivou a sua contratação”, explicou Miguel Ribeiro, administrador da SAD.
Para João Pedro Sousa, o primeiro desafio está agendado para o dia 2 de outubro, com a recepção ao Boavista, precisa- mente o outro clube que representou como técnico principal no primeiro escalão.
A saída à 16.ª ronda da edição 2020/21 do campeonato, na 16.ª posição, com 14 pontos, contrastou com o desempenho protagonizado em 2019/20, quando os minhotos, então promovidos à elite 25 anos depois, registaram a melhor prestação em 10 participações e terminaram no sexto lugar, com 54 pontos, a um do inédito acesso às provas europeias. “O primeiro erro que podemos cometer é fazer comparações. São contextos diferentes e nunca gosto de trabalhar sobre os feitos do passado. Dizia muitas vezes que jogaríamos para ganhar e isso manter-se-á.”

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho