Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Famalicão IN Hub impulsiona investigação e inovação
Biblioteca de Jardim decorre até 14 de Agosto na Avenida Central

Famalicão IN Hub impulsiona investigação e inovação

Entregues primeiros 24 cartões aos beneficiários do Programa Abem - Rede Solidária do Medicamento em Viana do Castelo

Vale do Ave

2024-06-23 às 06h00

Rui Miguel Graça Rui Miguel Graça

Centro de investigação, sediado em Vale São?Cosme, vai ser alvo de requalificação e vai dar lugar ao futuro Famalicão IN HUB, espaço que vai projectar o concelho.

Citação

O Centro de Investigação, Inovação e Ensino Superior (CIIES) de Famalicão, em Vale São Cosme, vai ser alvo de uma requalificação e vai dar lugar ao Famalicão IN Hub. O futuro do CIIES foi revelado naquele que foi o último dia da Semana da Inovação e Ciência promovida pelo município famalicense.
Com a requalificação e adaptação do actual espaço e com este novo conceito, a autarquia projeta assim uma estrutura de excelência para o futuro da investigação e do desenvolvimento de inovação no concelho, com portas abertas para as instituições do Ensino Superior, entidades não empresariais do sistema de Investigação e Inovação, spin- offs e startups tecnológicas, instituições de interface entre universidades e empresas e instituições de grande intensidade em conhecimento científico e tecnológico.

“Queremos integrar todos os agentes de investigação e inovação neste novo espaço de forma a que o território seja cada vez mais gerador de conhecimento e, por esta via, gerador de riqueza”, explicou o autarca Mário Passos.
Com o Famalicão IN HUB, o município pretende criar um campus de referência em matéria de investigação dirigida às empresas da indústria transformadora, complementar e valorizar a capacidade instalada no território, fortalecendo o ecossistema local de inovação e atrair entidades do sistema científico e tecnológico, startups e spin-offs, criando todas as condições para trabalhar em conjunto e produzir conhecimento que seja transferido das universidades e unidades de investigação para o tecido empresarial.

Recorde-se que o CIIES, que atualmente reúne um conjunto de entidades como a Universidade do Minho, o IPCA e o TECMEAT, num total de 13 laboratórios e 137 investigadores, tem sido um importante polo de concretização da estratégia “do Made IN Famalicão ao Created IN Famalicão”, que alicerça a posição de Vila Nova de Famalicão enquanto Região Empreendedora Europeia 2024.
Na cerimónia o presidente da Agência Nacional de Inovação (ANI), António Grilo, elogiou a estratégia “abrangente e completa” do município, “que demonstra a sua visão relativamente ao que é o desenvolvimento de inovação, que não se resigna com a posição que tem e que projeta o futuro”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho