Correio do Minho

Braga, sexta-feira

Falta de forças leva à desistência de José Ramalho no fecho do mundial
Erasmus+ reforça ligação com a natureza

Falta de forças leva à desistência de José Ramalho no fecho do mundial

Ministério do Fomento espanhol anuncia estudo informativo sobre saída Sul de Vigo

Desporto

2018-09-10 às 06h00

Joana Russo Belo

Canoísta desistiu da prova de K2, depois do desgaste da corrida de sábado, em que lutava pelo inédito título mundial. Destaque da selecção portuguesa na competição foi o título do vianense Sérgio Maciel, na prova de C1 em sub-23.

Foi com “um sentimento agridoce” que José Ramalho fechou a participação no Campeonato do Mundo de Maratona, que decorreu em Prado. O canoísta de Vila do Conde - seis vezes campeão da Europa e a grande esperança lusa nas medalhas neste mundial - desistiu da prova de K2, em dupla com Ricardo Carvalho, assumindo que as energias foram todas gastas na corrida de sábado, no Rio Cávado, em K1, em que recuperou 21 posições após problemas com o caiaque e terminou em 6.º lugar.
“Mal terminou a prova de ontem [sábado] percebi que o corpo estava desgastado, senti-me exausto. Ainda pensei que se descansasse e me alimentasse bem pudesse recuperar, mas a verdade é que não me sentia nada recuperado quando acordei. Ainda iniciámos a prova, mas depois pagámos a factura. Seria um sofrimento continuar”, contou ao Correio do Minho, assumindo precisar agora de “umas boas semanas de descanso”, até iniciar a preparação da próxima época.

Em jeito de balanço deste mundial, José Ramalho lembrou que persegue “há muitos anos” o inédito ouro na maratona, objectivo que caiu por terra depois de um choque com o rival argentino logo na primeira volta do K1 ter arruinado a prova, com um rombo na embarcação que obrigou a duas paragens de quase dois minutos e 500 metros de atraso.
“Ver o apoio todo foi uma emoção muito grande. O melhor de tudo foi a forma como este público me emocionou, incansável a torcer por mim. Vieram amigos de todo o país. Só tinha de fazer a minha parte, dando o que tinha e não tinha para justificar o orgulho”, confessou o atleta, medalha de bronze mundial, em 2009, 2014 e 2016, e prata, em 2012.
Em jeito de balanço da competição, Vítor Félix, presidente da Federação Portuguesa de Canoagem, diz ser “um saldo muito positivo”, num evento que foi “um grande sucesso”. “Organizámos o melhor campeonato de maratona de sempre. Foi uma semana fantástica e memorável em Prado. A canoagem continua a elevar a fasquia ano após ano, mais uma vez escrevemos uma página bonita na nossa modalidade e no desporto português”, realçou o dirigente elogiando ainda o trabalho do Clube Náutico de Prado e da equipa da federação que organizou com excelência “dois campeonatos do mundo separados por apenas 15 dias”. “Conseguimos”, rematou.

António Vilela: “Uma organização irrepreensível”

Caiu o pano no Campeonato do Mundo de Maratona 2018, que teve lugar na Praia Fluvial do Faial. Na hora do balanço, o preside da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, diz ser “extremamente positivo”, destacando-se “a grande qualidade e uma organização irrepreensível”, com participação “de 38 países e um público exemplar em termos de civismo e apoio aos atletas”.
“Notou-se uma grande projecção de Vila Verde e do nosso país além fronteiras. O país passou uma imagem muito positiva”, frisou o edil.

Sucesso da prova leva o autarca a pensar em “novos desafios” em termos organizativos - com algumas propostas de campeonatos em estudo - e a reforçar a ideia da criação do Centro de Alto Rendimento, “projecto que terá de ter várias entidades envolvidas”: “o nosso objectivo é procurar, com esta dinâmica própria que o CN Prado tem tido nos últimos anos, encontrar uma parceria forte. Não está definido nenhum timing, dependerá da forma como as instituições possam agregar vontades, provavelmente, procurar também fundos comunitários que ajudem neste processo e, quem sabe, até uma entidade privada que se possa associar a este investimento”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.