Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Fafe: Homem de 70 anos encontrado sem vida em canal do Rio Ferro
Junta de Gualtar possibilita ‘Férias na praia’ a 130 crianças

Fafe: Homem de 70 anos encontrado sem vida em canal do Rio Ferro

Município de Braga reforça escolas com assistentes operacionais

Casos do Dia

2017-11-13 às 06h00

Teresa M. Costa

Um homem de 70 anos foi ontem retirado sem vida de um canal adjacente ao Rio Ferro, em Fafe. A vítima estava desaparecida desde a tarde de sábado e foi encontrada, de madrugada, por volta das 6 horas de ontem, ao que tudo indica por um familiar. Por se desconhecer as circunstâncias em que a morte do septuagenário ocorreu, foi contactada a Polícia Judiciária que, através de operacionais do Departamento de Investigação Criminal de Braga, se deslocou ao local.

Um homem de 70 anos foi ontem retirado sem vida de um canal adjacente ao Rio Ferro, em Fafe.
A vítima estava desaparecida desde a tarde de sábado e foi encontrada, de madrugada, por volta das 6 horas de ontem, ao que tudo indica por um familiar.
Por se desconhecer as circunstâncias em que a morte do septuagenário ocorreu, foi contactada a Polícia Judiciária que, através de operacionais do Departamento de Investigação Criminal de Braga, se deslocou ao local.

De acordo com o que foi possível apurar, o homem de 70 anos saiu de casa durante a tarde de sábado e não regressou o que levou os familiares a fazerem buscas no trajecto que habitualmente utilizava já que era residente na freguesia de Fafe.
O cadáver foi localizado dentro da água num canal do Rio Ferro, num percurso que a vítima normalmente fazia, e foi retirado com a ajuda da equipa de resgate dos Bombeiros Voluntários de Fafe por se encontrar numa zona de difícil acesso, confirmou ao ‘Correio do Minho’ fonte da corporação fafense.

No local estiveram além dos meios de socorro dos Bombeiros Voluntários de Fafe, a ambulância de suporte imediato de vida (SIB) de Fafe e a equipa da viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Hospital de Guimarães que confirmou o óbito, e a GNR, através do Posto Territorial de Fafe.
O cadáver foi removido para o gabinete médico-legal do Hospital de Guimarães onde, durante o dia de hoje, deverá ser autopsiado.
A autópsia irá ajudar a desvendar as causas da morte do septuagenário, embora tudo aponte para uma morte acidental.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.