Correio do Minho

Braga,

- +
Exclusão: Jovens portugueses carenciados debatem tema em Portugal, Itália e Polónia
A vontade era tanta que o milho ‘evaporou’ na desfolhada minhota de Parada de Gatim

Exclusão: Jovens portugueses carenciados debatem tema em Portugal, Itália e Polónia

Livro resgata benfeitores do Bom Jesus que a cidade esqueceu

Nacional

2010-12-29 às 17h40

Lusa Lusa

Um grupo de 30 jovens carenciados portugueses debateu em Famalicão durante três dias o flagelo da exclusão social ao mesmo tempo que jovens italianos e polacos discutiam nos seus países o mesmo tema.

Esta iniciativa, denominada Assembleia Europeia Juvenil, serviu como ponto de partida para a ação de cada jovem no meio social em que está inserido.

”Esta ação não pretende mudar o mundo, mas pretende começar por algum lado”, explicou à Agência Lusa Abraão Costa, presidente da ‘Plataforma de Animadores Socioeducativos e Culturais’ (PASEC), entidade promotora da assembleia.

Os jovens participantes nesta iniciativa, com idades entre os 11 e os 34 anos, são oriundos de casas de acolhimento, bairros sociais, famílias desestruturadas.

“São jovens afetados diretamente pela exclusão social, seja pelas dificuldades económicas, seja pela deficiência ou outro qualquer motivo”, afirmou Abraão Costa, explicando a escolha destes jovens.

Dos três dias de trabalhos da assembleia resultou um manifesto, apresentado hoje na Casa das Artes, em Vila Nova de Famalicão, com recurso ao teatro e à expressão dramática.

“A exclusão não se resume apenas à pobreza, à escravidão e ao racismo nos países longínquos. A exclusão existe na rua onde moramos, na casa do vizinho, na nossa própria casa”, lesse no manifesto.

O grupo concluiu ainda que, “a exclusão pode ser uma ausência de compreensão, de igualdades e de respeito, diante do que nos é desconhecido”.

A Assembleia Europeia Juvenil está inserida nas actividades da PASEC que visam o protagonismo juvenil. “Protagonismo no sentido de afirmar jovens que decidem e que assumem as suas decisões e as consequências destas”, afirma o presidente da PASEC.

Esta iniciativa foi feita no âmbito do programa ‘Juventude em Acção’, a cargo da Agência Nacional para a Gestão do Programa ‘Juventude em Acção’, que “aposta na emancipação dos jovens, no estímulo ao sentido ativo da cidadania dos jovens”.

Dividido em cinco ações, o ‘Programa juventude em Acção’ tem como objetivo “encorajar a participação ativa dos jovens na vida das suas comunidades ao nível locai, regional, nacional ou internacional”.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.