Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Eurodeputado defende reforço da prevenção contra fogos
Praia do Cabedelo acolheu ações para assinalar Dia Internacional da Juventude

Eurodeputado defende reforço da prevenção contra fogos

Viana do Castelo investe 1,342 milhões de euros em 15 freguesias do concelho para melhorar abastecimento de água

Eurodeputado defende reforço da prevenção contra fogos

Cávado

2020-07-06 às 06h00

Redacção Redacção

José Manuel Fernandes visitou o Parque Nacional Peneda-Gerês com o presidente da câmara de Terras de Bouro. Eurodeputado evidenciou importância do turismo para a economia e para a coesão.

Em visita ao Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), o eurodeputado José Manuel Fernandes deixou um alerta para a urgência de um reforço suplementar das medidas de prevenção contra os fogos, face aos riscos elevados previstos para este Verão e à necessidade de salvaguardar um importante património do país. “É necessário relembrar que os incêndios são uma tragédia no nosso país. Têm causado a perda de vidas humanas, de biodiversidade e de património. A solução está na prevenção. Cada um tem de fazer a sua parte e há trabalho e investimentos que não podem ser adiados ou desvalorizados”, desafiou José Manuel Fernandes.
Num périplo pelo PNPG acompanhado pelo presidente da Câmara de Terras de Bouro, Manuel Tibo, o eurodeputado lamentou que continuem a faltar recursos importantes no combate aos fogos florestais, como é o caso, por exemplo, das comunicações móveis.

O Mecanismo Europeu de Protecção Civil tem vindo a ser reforçado, incluindo ao nível de meios aéreos que podem ser importantes para reforçar o combate a incêndios florestais, num Verão para o qual as projecções apontam para riscos “acima da média” na União Europeia.
A situação é “mais preocupante” para países com o Portugal, o país que mais incêndios tem registado nos últimos anos na Europa. “Há ainda riscos agravados ao nível de incêndios rurais, com especial perigosidade para as zonas serranas do Gerês e interior Norte”, conforme indica a Cartografia da Perigosidade Estrutural 2020 divulgada pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

“Numa altura em que o convite é para fazermos turismo cá dentro, não podemos descurar a importância de proteger e valorizar o nosso património e as nossas mais-valias, como são a natureza, a biodiversidade, a cultura e o património histórico, aliados à nossa boa gastronomia, ao alojamento local e extraordinária hospitalidade das nossas gentes”, vincou José Manuel Fernandes.
A propósito do grande impacto do turismo na economia nacional, o eurodeputado salientou a importância da actividade turística em territórios de baixa densidade, fora dos circuitos de massas, mas com um contributo ainda mais determinante como “motor de desenvolvimento, de emprego e crescimento, e também como elemento de coesão territorial, económica e social”.
O autarca Manuel Tibo salientou os bons exemplos do concelho para a valorização da “oferta turística de excelência” da região.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho