Correio do Minho

Braga, terça-feira

Esposende tem novo centro de educação ambiental
Câmara assinou protocolos com Real Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vizela

Esposende tem novo centro de educação ambiental

Coleção de Postais Digitais sobre o Mosteiro de S. Miguel de Refojos para visitar no Espaço BONINA, Porto, até final do mês

Cávado

2011-08-16 às 06h00

Marta Amaral Caldeira

Instalado na Quinta do Paiva, o novo Centro de Educação Ambiental vai ser inaugurado no Dia da Cidade e do Município, celebrado a 19.

A criação de hábitos e mudanças de comportamentos em prol do desenvolvimento sustentável é o grande objectivo do Centro de Educação Ambiental (CEA), na Quinta do Paiva, em Esposende - um novo pólo de sensibilização, formação e educação ambiental, que vai ser inaugurado no próximo dia 19, precisamente no dia em que se celebra o Dia da Cidade e do Município.

É um projecto levado a cabo pela empresa municipal Esposende Ambiente e pela Câmara de Esposende, representando um investimento global na ordem de um milhão de euros, tendo sido a obra e os equipamentos comparticipados em cerca de 665 mil euros.

Trata-se de “um espaço de excelência para a investigação, a exposição e a aprendizagem de matérias relacionadas com o ambiente, nas suas mais variadas componentes e, numa perspectiva que se pretende transversal ao nível de temas e abrangente no que concerne aos públicos-alvo”, diz Alexandra Roeger, presidente do Conselho de Administração da Esposende Ambiente.

Público explora conteúdos digitais

A interactividade é um dos conceitos mais explorados no novo Centro de Educação Ambiental (CEA) de Esposende através da exposição interactiva permanente que disponibiliza ao público visitante, que através de quadros, mesas e jogos interactivos tem a possibilidade de explorar as várias temáticas ambientais abordadas, desde a água aos resíduos, energia, biodiversidade e alterações climáticas.

“Para cada tema que se escolha, há conteúdos mais simples e mais complexos de acordo com o público-alvo. Além disso, os conteúdos estão também dispo-níveis em língua inglesa”, referiu Alexandra Roeger, da Esposende Ambiente.

Mas há outras valências que o CEA oferece aos visitantes: uma ecoteca, uma biblioteca, uma sala de actividades, um auditório com capacidade para 70 lugares, oficinas de trabalho, hortas pedagógicas, o trilho da biodiversidade, um parque de merendas, e integra, ainda, o horto municipal e espaços verdes envolventes que inclui, também, uma estufa onde se faz a propagação de várias plantas.

“A nossa missão será melhor concretizada com equipamento”

No total o CEA inclui três edifícios que comportam os respectivos serviços, para além de todo o espaço exterior onde se encontram as referidas oficinas - precisamente os espaços onde os utilizadores podem, por exemplo, fazer reciclagem de papel, entre muitas outras actividades propostas.

Pelo edifícios há, também, vários serviços de copa que podem ser usados pelos visitantes.
“Estou certa que a nossa missão, a de contribuir para a valorização do ambiente e para a promoção da sustentabilidade, será ainda melhor concretizada através deste equipamento, das valências que possui e das funções que possibilita”, subinha a responsável da Esposende Ambiente.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.