Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Esposende: Ronda de Vila Chã já tem sede própria
Rui Gomes bisou no triunfo do Berço sobre o Ribeirão

Esposende: Ronda de Vila Chã já tem sede própria

‘As aventuras de D. Quixote' ilustradas por alunos de Famalicão

Cávado

2018-08-19 às 20h11

Redacção

“Foi um processo difícil, Não foi possível concretizar o projeto inicial, mas a persistência da gente de Vila Chã foi determinante. O apoio do Município foi importante, mas quero destacar a ação de muitas pessoas que se empenharam nesta obra”, disse Benjamim Pereira.

Foi inaugurada a nova sede da Ronda de Vila Chã, edifício situado no centro da freguesia que foi adquirido por 150 mil euros, tendo a Câmara Municipal de Esposende comparticipado com 100 mil euros. Além dos diversos investimentos em curso na freguesia, o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, destacou o memento marcante para a freguesia de Vila Chã, pela importância que o novo equipamento adquire a nível local.
Além dos investimentos que o Município de Esposende tem concretizado em Vila Chã, na área das águas pluviais, da pavimentação de vias e na aquisição de terrenos, o presidente da Câmara Municipal de Esposende sublinhou que a sede da Ronda de Vila Chã reveste-se de profundo significado.

“Foi um processo difícil, Não foi possível concretizar o projeto inicial, mas a persistência da gente de Vila Chã foi determinante. O apoio do Município foi importante, mas quero destacar a ação de muitas pessoas que se empenharam nesta obra”, disse Benjamim Pereira.

O presidente da Junta de Freguesia de Vila Chã, Mário Boaventura, lembrou que “a compra do edifício que agora é sede da Ronda foi possível devido à intervenção do Presidente da Câmara Municipal de Esposende” e enalteceu o caráter e cumprimento da palavra dada.

“Quando aperto a mão a uma pessoa de Vila Chã sei que tenho um compromisso assumido. Há dias, apertei a mão a duas pessoas de Vila Chã, para a aquisição de 12.700 metros quadrados de terreno, em S. Lourenço. Com esse investimento, a zona envolvente ao Castro de S. Lourenço passará a contar com uma área global de 24 mil metros quadrados. Isso permitirá avançar com a requalificação de toda aquela zona”, anunciou o presidente da Câmara Municipal de Esposende.

Respondendo ao repto lançado pelo presidente da Junta de Freguesia de Vila Chã, Benjamim Pereira prometeu iniciar o processo de análise, para a instalação do saneamento básico da freguesia. “Temos projetos importantes para desenvolver em Vila Chã. O saneamento básico, se fosse fácil, teria sido concretizado em conjunturas mais favoráveis. Vamos analisar as possibilidades”, disse Benjamim Pereira.
De igual modo, o presidente da Câmara garantiu, ao presidente da Ronda de Vila Chã, Manuel da Silva Branco, analisar os “desafios para valorizar o folclore e a cultura popular do concelho, principalmente pelo elevado número de jovens envolvidos nestes projetos”. Essa resposta surgia ao repto que o presidente da instituição lançou, sobre a realização futura de um festival de folclore e a constituição de uma associação que reúna os ranchos folclóricos do Baixo Minho.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.