Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Escolas de Braga são exemplo na implementação do Centurium
Avaliação muito positiva dos projetos de Educação Musical e de Educação Física na Educação Pré-Escolar

Escolas de Braga são exemplo na implementação do Centurium

Celorico: Banco Local de Voluntariado realizou campanha de recolha de bens alimentares

Escolas de Braga são exemplo  na implementação do Centurium

Ensino

2022-05-18 às 07h10

Redacção Redacção

Escolas do concelho de Braga têm sido exemplares na implementação do Centurium. Três professores partilham aqui a sua experiência no âmbito deste programa educativo.

Citação

Artur Ferreira deu os primeiros passos no programa educativo Centurium já lá vão 12 anos, Elvira Pereira começou o ano passado e Alicia Oliveira está agora a começar, mas os três professores são exemplo do trabalho “extraordinário” que está a ser implementado nas escolas do concelho de Braga.
Artur Ferreira é professor no Colégio João Paulo II e há 12 anos que acompanha o programa educativo Centurium e os alunos que participam no Torneio de Jogos Romanos de Tabuleiro. Este ano, não é excepção.
O Colégio João Paulo II vai estar representado na final municipal de Braga do XIII Torneio de Jogos Romanos de Tabuleiro, que se realiza esta quinta feira no Altice Forum Braga, com alunos do 1.º ciclo ao secundário. “Acho que nunca participamos com tantos alunos numa final”, confirmou Artur Ferreira, admitindo que “é gratificante ver o entusiasmo dos alunos que são os primeiros a quererem participar e a valorizar assim o trabalho dos professores”.
Com um bloco extra dedicado à Matemática “é possível fazer algo diferente”, confessou o professor, revelando que o Colégio João Paulo II está a ser apetrechado com uma biblioteca nova, onde vai ser criado um espaço para os alunos jogarem, inclusive os Jogos Romanos de Tabuleiro.
“O programa educativo está muito enraizado no colégio e há muita dedicação e empenho de alunos e professores”, assegurou Artur Ferreira, valorizando as várias mais-valias do Centurium. “O raciocínio e a estratégia estão sempre presentes e a vantagem é que o programa educativo conjuga-se ainda com várias disciplinas e essa interdisciplinaridade é fundamental para os alunos”, destacou.
Também no Agrupamento de Escolas de Celeirós, o programa educativo Centurium, liderado pela coordenadora Margarida Castro, já conquistou alunos e professores, sendo que o agrupamento vai participar na final municipal de Braga com alunos do 1.º ciclo ao 3.º ciclo.
Elvira Pereira, professora do 1.º ciclo, participou o ano passado na acção de formação Centurium e confidenciou que foi “uma experiência muito boa”. Como este ano lectivo não tinha componente lectiva, a professora apresentou uma proposta para trabalhar com o programa educativo nos 3.º e 4.º anos das escolas do 1.º ciclo do Agrupamento de Escolas de Celeirós. O desafio não podia estar a correr melhor. “Conhecer outros professores e alunos está a ser uma experiência extraordinária e os pilares do Centurium estão bem presentes nas actividades: ludicidade, interdisciplinaridade, inclusão e inovação”, confirmou a professora. Elvira Pereira evidenciou ainda o facto do Centurium permitir “cruzar projectos”. Durante este ano lectivo foi possível, ainda nas palavras da professora, “cruzar” o programa educativo com o projecto de Leitura e o projecto Crescer+. “Os alunos têm tido a oportunidade de conhecer as regras e as estratégias dos Jogos Romanos de Tabuleiro, mas também a romanização e envolver ainda o teatro e a leitura”, contou Elvira Pereira, aplaudindo o facto do Centurium permitir “o envolvimento dos alunos, possibilitando a conjugação com outros projectos, outros programas, o conhecimento do património material, da história e até da língua”.
A professora mostrou-se ainda “feliz” pela receptividade de alunos e professores ao programa educativo.
Também a professora Alicia Oliveira do Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches está “apaixonada” pelo programa educativo Centurium. A professora de Educação Especial teve o primeiro contacto com o programa educativo este ano lectivo e está a preparar, com outros professores, 18 alunos do 2.º e 3.º ciclos e de Educação Especial para participarem na final do XIII Torneio de Jogos Romanos de Tabuleiro. “Está a ser uma experiência muito trabalhosa, mas muito gratificante”, confidenciou a professora, que se mostrou “surpreendida” com o resultado do programa junto dos alunos.
“Ouvia falar do Centurium e dos resultados que tem junto dos alunos, mas só este ano lectivo é que estou envolvida e desconhecia que era tão interessante e que os alunos adoram os jogos”, referiu Alicia Oliveira, revelando que “alguns alunos vieram pedir para ser suplentes caso algum falte à final”. Em termos de concentração e de estratégia, o programa educativo tem tido “muito impacto” juntos dos alunos. “Temos um aluno do 5.º ano que joga tão rápido e com tanta estratégia que nem o conseguimos acompanhar”, relatou.
Os alunos têm treinado nos intervalos e pausas no espaço de recreio da EB2,3 Dr. Francisco Sanches, já que os bancos estão pintados com o Jogo do Moinho.
Entretanto, os alunos de Educação Especial estão a preparar um tabuleiro “muito giro” para concorrer ao Concurso do Melhor Tabuleiro.
Sem querer revelar pormenores, Alicia Oliveira adiantou que o tabuleiro do Jogo do Moinho “é inovador e feito com material reciclável, sendo que é transportável para se conseguir jogar na praia”.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho