Correio do Minho

Braga,

Escola Secundária Sá de Miranda homenageou alunos finalistas
Juventude de Viana e Valença em Lisboa: HC Braga visita Óquei de Barcelos

Escola Secundária Sá de Miranda homenageou alunos finalistas

Motociclista morreu após despiste em Covas

As Nossas Escolas

2017-07-15 às 12h18

Miguel Viana

DUZENTOS alunos do 12.º ano de escolaridade e nove formandos dos Cursos de Educação e Formação de Adultos receberam ontem os diplomas de conclusão do ensino secundário. A cerimónia contou com a presença de familiares e amigos.

A Escola Secundária Sá de Miranda entregou ontem os diplomas de fim do ensino secundário a 200 alunos que concluíram o 12º ano de escolaridade e a nove formandos dos cursos EFA (Educação e Formação de Adultos).

A entrega dos certificados aos alunos dos cursos EFA realizou-se pela primeira vez este ano.
“Pela primeira vez vamos entregar diplomas a um conjunto de pessoas, formandos, que, com sacrifício, trabalhando de dia, terminaram o secundário no período nocturno. Muito obrigado pelo sacrifício”, destacou Antonieta Silva, directora do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda.
A directora da turma frequentada pelos alunos do curso EFA (a turma 3P1), Margarida Constantino, disse que estes alunos são “corajosos”, porque não é fácil concluir um curso EFA. “Pergunto a estes alunos se não lhes custou fazer a disciplina de Matemática. de Redes, se não foi difícil enfrentar um júri para defender as PAP’s (provas de aptidão profissional). Pergunto se tudo isto é fácil?”, questionou a docente. A cerimónia, a que assistiram muitos pais e encarregados de educação, constituiu um momento importante para a vida dos alunos.
“É o final do ano lectivo (as notas dos exames nacionais sairam anteontem) e é altura de premiar o trabalho que eles realizaram ao longo do ano lectivo. Muitos destes alunos ficaram cá (nos estabelecimentos do agrupamento) 15 anos, desde os 3 até ao 12º ano. Toda a vida deles foi feita no agrupamento e é importante partilhar com eles essa alegria”, disse a directora do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda.

A responsável salientou ainda o papel desempenhado pelos professores, que despendem “muitas horas passadas com os alunos, a ajudá-los a crescer”.
Um dos alunos finalistas é o próprio presidente da Associação de Estudantes, Gaspar Neves, que recordou uma passagem de sete anos pelo agrupamento de escolas. “Saio daqui um homem feito. Tomei as decisões mais importantes da minha vida dentro destas quatro paredes. A escola foi um marco na minha vida”, frisou Gaspar Neves.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.