Correio do Minho

Braga, terça-feira

ESARobots de Amares no pódio do RoboCup
Dia do Autarca mostra união das freguesias de Vila Nova de Famalicão

ESARobots de Amares no pódio do RoboCup

Guimarães promove concurso de ideias criativas e inovadoras para promoção de consumo eficiente de energia

As Nossas Escolas

2018-07-01 às 14h27

Redacção

Equipa ESARobots, da Escola Secundária de Amares, foi convidada para representar Portugal no RoboCup 2018, que decorreu em Montreal, Canadá.

A equipa ESARobots, da Escola Secundária de Amares, foi convidada para representar Portugal no RoboCup 2018, que este ano decorreu em Montreal, Québec, no Canadá, entre 16 e 22 de Junho, após ter vencido o campeonato nacional.
O RoboCup é uma iniciativa científica internacional com o objectivo de estudar o avanço na arte da inteligência robótica. Quando fundada em 1997, a missão inicial era criar uma equipa de robôs capazes de vencer uma equipa de humanos no mundial de futebol de 2050.

Os alunos da Escola Secundária de Amares participaram na categoria ‘Rescue Cospace’ a nível Individual e Superteam, onde concorreram 23 equipas de diferentes países do mundo. Na sua prova, classificaram-se em 3º lugar na categoria Superteam (juntamente com uma equipa de Eslováquia e uma equipa do Japão).
Com esta participação, a ESARobots divulgou o nome do concelho de Amares a nível internacional, e prova que o projecto TECNESA tem obtido um desempenho diferenciador.
O grupo de quatro alunos que viajou ao Canadá constituiu-se por alunos do Curso Profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos: Bruno Silva (12ºF), João Esteves e João Oliveira (11ºE) e Hugo Brandão (10ºE), e foram acompanhados pelos docentes Luís Bernardino e Fernando Costa.

Para os docentes “os resultados pedagógicos da participação dos alunos nestas actividades têm sido muito satisfatórios. Os objectivos têm sido amplamente atingidos e as expectativas superadas”.
A opinião dos alunos também é unânime ao considerarem que têm tido experiências únicas, referindo mesmo no final das actividades que gostariam de as repetir. “Estas actividades não são apenas uma oportunidade de formação para os alunos mas também uma oportunidade de formação para os professores. Viver estas experiências é sempre enriquecedor e delas se retiram conhecimentos muito úteis para o futuro, quer a nível pedagógico quer a nível profissional”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.