Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Erasmus+ ajudou a capacitar para ensino à distância
Imobiliária Zome apoia artistas em duas exposições temporárias

Erasmus+ ajudou a capacitar para ensino à distância

‘Photo Ark’: a exposição mais visitada da National Geographic está em Braga

Erasmus+ ajudou  a capacitar para ensino à distância

As Nossas Escolas

2021-09-07 às 08h03

Redacção Redacção

Escola Sá de Miranda acolheu encontro internacional de coordenadores do projecto Erasmus + ‘Effective e-learning system based on digital competences’.

A Escola Secundária Sá de Miranda acolheu o encontro internacional de coordenadores do projecto Erasmus + ‘Effective e-learning system based on digital competences’, desenvolvido entre os anos lectivos de 2018-2019 e 2020-2021, e que se revelou uma excelente ferramenta na preparação para a implementação do ensino à distância que ocorreu devido à situação pandémica.
O encontro, que decorreu entre 23 e 26 de Agosto, contou com a participação de representantes das seguintes escolas: Zemgales Vidusskola (Letónia) coordenadora do projecto, da Riksgymnasiet för Döva och Hörselskadade (Suécia), do Liceul Tehnologic Franscisc Neuman (Roménia), da 2nd Vocational School of Katerini (Grécia) e da Industrijsko-obrtni?ka škola (Croácia).

No âmbito deste projecto as escolas parceiras pretendiam desenvolver as competências digitais dos respectivos professores e alunos, promover a partilha de experiências na utilização de plataformas online e na criação de materiais interactivos assim como produzir cenários de aprendizagem recorrendo à utilização de plataformas de e-learning, promovendo a implementação de práticas pedagógicas inovadoras, ajustadas às necessidades e interesses dos alunos, potenciadoras de processos de diferenciação pedagógica e da melhoria das aprendizagens escolares.

Nesta reunião final foi efectuada a avaliação do projecto e dos resultados avaliando, ainda, as possibilidades de disseminação futura.
Constatou-se que o encerramento temporário das escolas e a necessidade de recurso ao ensino à distância, com recurso às plataformas de e-learning e outras ferramentas de ‘gamificação’ e de trabalho colaborativo, tornaram a implementação deste projecto “extremamente relevante” para as diferentes escolas, na medida “em que capacitou, previamente, diferentes professores e alunos a tornarem-se verdadeiros agentes da mudança através da disseminação, junto da restante comunidade escolar, de aprendizagens e competências adquiridas e desenvolvidas ao longo do projecto facilitando, desta forma, a transição para as modalidades de ensino que tiveram de ser implementadas durante os últimos dois ano lectivos”, refere a Escola Sá de Miranda num comunicado dando nota deste encontro.

Cada escola parceira procedeu ainda à avaliação das acções que foram implementadas sob a sua responsabilidade. Os resultados do trabalho desenvolvido serão integrados no relatório final do projecto.
As escolas avaliaram, ainda, outros formas e projectos que podem ser desenvolvidos no futuro envolvendo os respectivos alunos e professores.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho