Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Entrada à Guerreiro já valeu 4 milhões de euros na conta
Investimento de 668 mil euros no alargamento da rede de saneamento em Castelo do Neiva beneficia 258 fogos

Entrada à Guerreiro já valeu 4 milhões de euros na conta

Protocolo da autarquia com farmácias garante vacinação a meio milhar de cerveirenses seniores

Entrada à Guerreiro já valeu 4 milhões de euros na conta

Desporto

2020-10-31 às 06h00

Ricardo Anselmo Ricardo Anselmo

Com duas vitórias nos primeiros dois jogos da Liga Europa, o SC Braga já amealhou pouco mais de quatro milhões de euros, já contando com a entrada directa na fase de grupos. Valor vai aumentar.

Dois jogos, duas vitórias e alguns milhões a entrar nas contas da SAD. É este o quadro deste início de campanha na Liga Europa, na temporada 2020/21.
Com a vitória de anteontem na segunda jornada do grupo G, em Zaporizhzhya, o Sporting Clube de Braga fez aumentar o bolo monetário, até ao momento, para os 4,14 milhões de euros.
Tendo em conta a superioridade demonstrada nos jogos com as equipas, em teoria, menos cotadas deste grupo G, é previsível que este somatório de receitas possa ainda aumentar até ao final da fase de grupos, muito provavelmente para o dobro do que se verifica até ao momento.

De recordar que, só pela entrada directa na fase de grupos, os minhotos arrecadaram, desde logo, 2,9 milhões de euros, aos quais se juntam 570 mil euros por cada triunfo, daí o resultado total, no final desta segunda jornada, de 4,14 milhões de euros, não entrando ainda, nesta equação, os valores de receitas à parte, nomeadamente as transmissões televisivas. Já no que toca a receitas de bilheteira, como se sabe, a perspectiva não é animadora, embora isso seja ‘recuperável’ noutros parâmetros, essecialmente se a equipa conseguir manter a excelente fase exibicional e de resultados que atravessa, com cinco vitórias consecutivas entre campeonato e Liga Europa.
De resto, o Sporting Clube de Braga está já perto de alcançar o total de milhões que arrecadou, nesta mesma competição, na útlima temporada, quando conseguiu juntar, pelo menos no que diz respeito às receitas estritamente decorrentes do sucesso desportivo: 4,24 milhões de euros, precisamente mais cem mil euros do que o que regista neste momento.

Para superar esse valor de 2019/20, basta aos guerreiros do Minho empatarem mais um jogo, já que uma igualdade na fase de grupos da segunda prova da UEFA ‘oferece’ 190 mil euros.
Já agora, em termos globais, de referir que o vencedor da Liga Europa pode conseguir um bolo total de 24,6 milhões de euros, isto na melhor das perspectivas e supondo que vence todos os jogos disputados, inclusive a final.
Caso consiga terminar o grupo G no primeiro lugar, o SC Braga assegura a ‘módica’ quantia de um milhão de euros, valor que passa para metade se o melhor que os guerreiros do Minho conseguirem for a segunda posição.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho