Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Empresas mostram têxtil inovador na maior feira mundial
‘Romance Palaciano’ levou sabores da marca Namorar Portugal ao Palácio da Brejoeira - Monção

Empresas mostram têxtil inovador na maior feira mundial

Hyundai apresentou os pilotos que vão fazer brilhar ainda mais as terras de Fafe

Empresas mostram têxtil inovador na maior feira mundial

Economia

2020-01-27 às 20h42

Redacção Redacção

São sete as empresas e dois centros tecnológicos que representam a cidade têxtil de Portugal na maior feira mundial do sector dedicada ao desporto que está a decorrer na Alemanha.

As empresas têxteis de Vila Nova de Famalicão presentes na maior feira têxtil mundial dedicada ao desporto (ISPO) que está a decorrer em, Munique, na Alemanha, estão a dar cartas na sustentabilidade, apresentando os produtos e as matérias-primas têxteis do futuro e associando à inovação, tecnologia, design e moda os conceitos da economia circular.
A Cidade Têxtil de Portugal está representada neste certame, que decore até amanhã, por sete empresas e dois centros tecnológicos. CM Socks, Dune Bleue, Fradelsport, Lusosocks, Oldtrading, Olmac e Scoop, a que se juntam o CITEVE e o CeNTI, integram a comitiva portuguesa composta por 41 empresas.

A Câmara Municipal de Famalicão apoia a participação destas empresas através da atribuição de um ‘voucher de internacionalização’ a cada uma delas, resultado do protocolo celebrado com a ATP - Associação Têxtil e do Vestuário de Portugal como forma de impulsionar a sua competitividade e internacionalização.
“São empresas que representam o que de melhor se faz em Portugal na indústria têxtil e do vestuário de elevada tecnicidade para o segmento de desporto”, explica o vereador dos pelouros da Economia e Internacionalização, Augusto Lima, que está também de visita à ISPO, lembrando que os têxteis técnicos famalicenses representam já 156 milhões de euros de exportações.

Mas não é só a tecnologia e a inovação que dominam o certame. “As empresas famalicenses vieram à ISPO exibir também a sustentabilidade dos seus produtos, demonstrando assim uma preocupação cada vez maior com a responsabilidade social e ambiental. A sustentabilidade é a aposta de futuro e é muito positivo verificar que há cada vez mais empresas a abraçá-la”, refere Augusto Lima.

Deixa o teu comentário

Últimas Economia

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.