Correio do Minho

Braga, terça-feira

Egito: Experiência portuguesa em destaque em seminário no Cairo sobre transição democrática
Cónegos com alma guerreira salvam ponto no cair do pano na recepção ao Setúbal

Egito: Experiência portuguesa em destaque em seminário no Cairo sobre transição democrática

Rede de trilhos com 90 Km vence Orçamento Participativo de Vila Nova de Cerveira

2011-05-26 às 15h29

Lusa

A análise do atual processo de transição no Egito numa perspetiva comparada é o objetivo do seminário internacional, que decorre sábado e domingo no Cairo, e onde a experiência democrática portuguesa também vai ser abordada.

A análise do atual processo de transição no Egito numa perspetiva comparada é o objetivo do seminário internacional, que decorre sábado e domingo no Cairo, e onde a experiência democrática portuguesa também vai ser abordada.

O encontro, promovido pelo Instituto de Estudos de Segurança da União Europeia (EUISS/ IESUE) e pelo Fórum Árabe para Alternativas (AFA), inclui a colaboração de outras instituições, onde se destacam o Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais (IEEI) de Lisboa, o Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento (IPAD) e o Ministério dos Negócios Estrangeiros de Espanha.

À semelhança do encontro organizado em março na capital da Tunísia e que abordou a situação no país após a “revolução do jasmim” em janeiro, a análise dos processos de transição nos países do sul da Europa na década de 1970, com destaque para Portugal e Espanha, justifica que a delegação portuguesa seja a mais numerosa entre os convidados estrangeiros presentes na capital egípcia.

Álvaro de Vasconcelos, diretor do EUISS, Guilherme d’Oliveira Martins, na qualidade de presidente do Centro Nacional de Cultura, o jurista José Luís da Cruz Vilaça e a jornalista Teresa de Sousa são presenças confirmadas. À semelhança do que ocorreu em Tunes, o encontro vai ser encerrado na tarde de domingo pelo secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, João Gomes Cravinho, e ainda por Mohamed El-Baradei, ex-diretor da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Nobel da Paz e candidato às eleições presidenciais no Egito.

Entre as participações de responsáveis egípcios, o destaque vai para Amr ElShobaki, que dirige o ASA e preside à sessão de abertura ao lado de Álvaro de Vasconcelos e de José Yañez-Barrionuevo, secretário de Estado do ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Espanha.

No jantar de sábado está ainda prevista uma intervenção de Javier Solana, ex-secretário-geral da NATO e antigo representante para a política externa e de segurança comum da União Europeia.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.